Petrobras não prevê reajuste de combustíveis, após lucro de R$ 370 milhões

A Petrobras não tem previsão de fazer um reajuste de preços dos combustíveis, no momento. Mas, o diretor de Refino e Gás Natural, Jorge Celestino, disse nesta quinta-feira (11) que a companhia tem mantido a prática de avaliar a garantia de que pratica preços competitivos, de participação no mercado e, na medida em que for necessário mexer nos valores, a decisão será tomada.

Alimentos e combustíveis elevam Custo de Vida em São Paulo

O Índice do Custo de Vida no município de São Paulo apresentou aumento de 0,71% em relação a janeiro, segundo cálculo do DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Os grupos que registraram as maiores taxas em fevereiro foram Despesas Pessoais (2,11%), Transporte (1,36%), Saúde (0,84%) e Alimentação (0,66%), e contribuíram conjuntamente com 0,61 ponto percentual (p.p.).

Gasolina sobe 2,45% em novembro, diz balanço do IPTC

Segundo balanço do IPTC (Índice de Preços Ticket Car), o custo médio da gasolina em novembro subiu 2,45% em relação a outubro, encerrando o mês a R$ 3,77/L. As maiores altas no preço do combustível foram registradas na Bahia (5,14%), Distrito Federal (5,02%) e Piauí (4,52%).

Polícia Federal desarticula cartel de postos de combustíveis no DF

A Polícia Federal (PF) desarticula hoje (24) uma organização responsável, há vários anos, por um cartel na distribuição e revenda de combustíveis no Distrito Federal e cidades do entorno, que pode ter causado prejuízos de cerca de R$ 1 bilhão por ano. As investigações da Operação Dubai foram feitas em conjunto com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e acompanhadas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

Preocupação com ativos é crescente no setor de combustível

"Existe hoje, no setor de distribuição de combustíveis, uma crescente preocupação com a integridade dos ativos, não só para manter a conformidade com as normas de qualidade, mas para otimizar as atividades de manutenção e manter a confiança de público, reguladores e investidores".

Cade condena cartel de combustíveis no Espírito Santo

O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade condenou, na sessão de julgamento desta quarta-feira (20/05), 27 postos e nove pessoas físicas por formação de cartel no mercado de combustíveis na região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo. A prática anticompetitiva ocorreu entre 2006 e 2007. No total, foram aplicados aproximadamente R$ 65,7 milhões em multas.

Preço médio da gasolina pode variar 7,4%

O litro da gasolina está com um preço médio de R$ 3,291 nos postos espalhados pelo Brasil. Segundo o levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo (ANP), a variação entre o valor mais alto e o mais baixo ficou em 7,4% entre os dias 3 e 9 de maio. O consumidor do estado de São Paulo paga o menor preço médio (R$ 3,134), e o do Acre é o maior (R$ 3,811).

Assinar este feed RSS