Dia dos Pais tem o melhor desempenho dos últimos seis anos

O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio – Dia dos Pais 2018 teve seu melhor desempenho dos últimos seis anos. Durante a semana da data, de 06 a 12 de agosto, as vendas subiram 3,9% em relação ao período equivalente do ano anterior (07 a 13 de agosto). No final de semana do Dia dos Pais (10 a 12 de agosto), houve aumento de 1,1% em todo o país na comparação com o final de semana equivalente ao do ano anterior (11 a 13 de agosto).

Atividade do comércio cresce 7,8% em julho

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, o movimento dos consumidores nas lojas de todo o país cresceu 7,8% em julho se comparado ao mesmo período de 2017. Foi o melhor resultado da atividade varejista para o mês dos últimos seis anos.

Índice de Confiança do Empresário do Comércio cai em julho

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) na cidade de São Paulo registrou queda pelo quarto mês consecutivo, de 6,6%, passando de 109,3 pontos em junho para 102,2 pontos em julho. Essa foi a maior variação negativa mensal apontada desde junho de 2013, quando houve retração de 9,4%. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o índice caiu 1,8%, algo que não ocorria desde maio de 2016.

Dia dos Pais deve movimentar R$ 14 bi no varejo

Embora os brasileiros ainda estejam sensíveis aos efeitos da lenta recuperação econômica e do desemprego, a maioria (61%) dos consumidores deve ir às compras neste Dia dos Pais – o dado é levemente superior aos 55% de entrevistados que realizaram compras na mesma data do ano passado. A conclusão é de um levantamento feito em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Ao todo, a expectativa é de que quase 93 milhões de pessoas façam alguma compra no período, o que deve movimentar uma cifra aproximada de R$ 13,9 bilhões nos setores do comércio e serviços.

Com inverno irregular, vendas à vista caem 4% em julho em SP, informa ACSP

O inverno irregular em julho na capital paulista foi a principal causa da queda de 4% no movimento de vendas à vista no varejo sobre igual período de 2017, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). “O sistema à vista reúne os segmentos de roupas, calçados e acessórios. As lojas foram prejudicadas pelos poucos dias consecutivos de frio mais intenso em julho. A coleção Outono-Inverno ficou parada nas prateleiras, o que inclusive antecipou e intensificou as liquidações de inverno”, analisa Emílio Alfieri, economista da ACSP.

Índice de Intenção de Consumo das Famílias recua em julho

O Índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) voltou a cair em julho, marcando a quarta queda consecutiva. No mês, o indicador atingiu os 86,2 pontos, recuo de 3,9% na comparação com junho (89,7 pontos). Apesar da sequência negativa, o ICF está 10,3% acima do patamar de julho de 2017, que foi de 78,2 pontos.

Lucro líquido da Multiplan cresce 39,4% no 2T18

A Multiplan divulgou que no segundo trimestre de 2018 o lucro líquido alcançou R$145,7 milhões, um crescimento de 39,4% sobre o mesmo período do ano anterior, devido principalmente ao crescimento de 21,2% no EBITDA e a uma queda de 28,9% na despesa financeira líquida. A margem líquida foi de 47,5%, um crescimento de 1.067 p.b. sobre o 2T17.

Assinar este feed RSS