Alimentos e bebidas pressionam IPCA de maio, revela IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta sexta-feira, 06, que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mês de maio apresentou variação de 0,46%, ficando 0,21 ponto percentual abaixo da taxa registrada no mês de abril (0,67%). Com isto, a variação de janeiro a maio foi para 3,33%, acima da taxa de 2,88% de igual período de 2013. Considerando os últimos doze meses, o índice está em 6,37%, superior aos 6,28% relativos aos doze meses anteriores. Em maio de 2013, a taxa foi de 0,37%.

Imóveis com mais de uma finalidade é o novo foco dos investidores brasileiros

Nos últimos meses a Grande São Paulo apresentou um relevante crescimento de produtos comerciais estilo “mixed use”. Em pesquisa recente da Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado, feita com 450 investidores da Grande São Paulo, notou-se que os produtos com mais de uma função mais procurados pelo investidor são aqueles que possuem uma bandeira hoteleira. “Isso nos identifica um novo perfil de investidores que buscam oportunidades seguras para aplicar seu dinheiro” explica Ligia Mello, sócia da Hibou e Coordenadora da Pesquisa.

Mantega afirma que crédito no país passou por uma verdadeira revolução

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, destacou hoje durante apresentação da evolução do crédito no país que o Brasil teve uma "verdadeira revolução" no setor. Segundo ele,  o mercado de capitais evolui muito nos últimos anos e a bolsa de valores está entre as dez maiores do mundo em volume de recursos e investimentos. Em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o ministro também destacou que, mesmo com a crise iniciada em 2008, as empresas têm mais de R$ 1 trilhão em bolsa de valores, mais do que há uma década.

Consumo tende a crescer em ritmo mais moderado, avalia BC

O ritmo de expansão da atividade econômica no Brasil tende a ser 'menos intenso' este ano, na comparação com 2013. Essa é a avaliação do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC). A ata da última reunião do comitê, realizada nos dias 27 e 28 de maio, foi divulgada hoje (5). Houve mudança em relação ao que o comitê considerava em abril. Na ata da reunião daquele mês, o comitê previa que o ritmo de expansão da atividade doméstica tendia a se manter 'relativamente estável' em comparação a 2013.

Aumento do desemprego é sazonal, diz especialista

Entre os últimos três meses de 2013 e o primeiro trimestre deste ano, a taxa média de desocupação do Brasil saiu de 6,2% para 7,1%, de acordo com a PNAD Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A variação, segundo Rodrigo Leandro de Moura, pesquisador da área de Economia Aplicada da FGV/IBRE, é explicada por um movimento de ajuste sazonal. “Isso se deve, principalmente, devido às contratações de fim de ano, em virtude do aumento das vendas das festas natalinas. Logo após o Natal vários setores demitem”, diz ao completar que o setor de comércio, às vezes, segura as demissões para depois do carnaval. “Mas de qualquer forma, esse aumento do desemprego é devido a essas demissões sazonais”. Se comprado ao mesmo período do ano passado (1º tri de 2013), a taxa sofreu uma queda, de 8% para 7,1%.

Indústria da reciclagem se recupera da recessão

A indústria mundial da reciclagem começa a se recuperar, após ter sido fortemente afetada pela recessão, declarou na terça-feira à AFP, em Miami, o presidente de uma federação internacional que reúne empresas do ramo, destacando a liderança brasileira no setor na América Latina.

Anibal Diniz espera que o Brasil possa aprofundar reformas

O senador Anibal Diniz (PT-AC) espera que nos próximos quatro anos o Brasil possa aprofundar as reformas necessárias para atender às demandas do povo e continuar avançando no combate à pobreza e às desigualdades. Ele saudou os resultados positivos na área social nos últimos anos: segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) citada pelo senador, a taxa de extrema pobreza em 2012 é um sétimo da que foi verificada em 1990, e esse progresso contribuiu para a redução do índice de desigualdade do Brasil.

Assinar este feed RSS