Incentivo federal garante R$ 2,14 bi para projeto de banda larga

A Algar Telecom anunciou que vai realizar investimentos de R$ 2,14 bilhões em infraestrutura de banda larga, tanto fixa, quanto móvel. A iniciativa, que beneficiará os Estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e o Distrito Federal, contou com a emissão de debêntures, que são títulos de crédito representativo de um empréstimo tomado pela empresa junto a terceiros.

Limite e tarifação da banda larga fixa aumentam divisão digital no Brasil

A venda de internet banda larga fixa com limite de consumo pode aumentar ainda mais o abismo digital no Brasil entre os que têm e os que não têm acesso à rede de alta velocidade. Quem tem não vai poder pagar o custo e vai sair da inclusão digital, representando um retrocesso para um país que, ao menos nesse campo, é reconhecidamente inovador. É o que afirma Ludovino Lopes, presidente da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). Segundo ele, os consumidores menos favorecidos, que contratam pacote de internet básico em suas casas, serão os mais afetados pela decisão das operadoras de deixar de oferecer planos ilimitados para cobrar por franquia de dados. Eles teriam que pagar mais para ter acesso ao YouTube ou Netflix, dois dos serviços de streaming mais consumidos pelos brasileiros.

Anatel proíbe operadoras de banda larga fixa de limitar franquia de dados

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) resolveu proibir, por 90 dias, as operadoras de serviços de internet em banda larga de restringir a velocidade, suspender serviços ou cobrar excedente caso seja ultrapassado limites da franquia. Segundo a determinação, publicada no Diário Oficial da União de hoje (18), fica estabelecida uma multa diária de R$ 150 mil em caso de descumprimento, até o limite de R$ 10 milhões.

 

Governo reforça políticas para difundir banda larga no país

O Ministério das Comunicações (MC) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vão adotar uma série de medidas para que a banda larga se torne o centro das políticas públicas do setor de telecomunicações. As iniciativas são resultado da análise feita pelo Grupo de Trabalho (GT) que discutiu mudanças no modelo de prestação desses serviços no País.

Satélite vai permitir universalização da banda larga

A presidente Dilma Rousseff visitou nesta quarta-feira (23) as obras de construção do centro de controle do satélite que vai levar internet de alta velocidade a regiões longínquas do País, onde ainda não é possível chegar com cabos de fibra ótica. O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas está sendo fabricado na França desde janeiro de 2014 e o lançamento deve ocorrer entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017.

Assinar este feed RSS