Lojas Renner fecha 2018 com lucro acima de R$ 1 bi

A varejista de moda Lojas Renner registrou lucro líquido superior a R$ 1 bilhão pela primeira vez na história em 2018. A companhia continua apresentando bom desempenho com crescimento de 16,8% na receita de mercadorias, refletindo a maior aceitação da coleção com melhor mix de produtos, com a Renner tendo elevação de 16,1%, a Camicado de 14,7% e a Youcom apresentando crescimento de 53,7%.

Fluxo de caixa da Atento registra US$ 36,7 milhões

A Atento S.A. (NYSE: ATTO) anunciou os hoje os resultados operacionais e financeiros do seu terceiro trimestre de 2018. Todas as comparações neste anúncio são em relação ao ano anterior e em moeda constante (CCY), salvo indicação em contrário, e podem diferir de 6K devido a certas eliminações intragrupo.

 

Movida registra lucro líquido recorde de R$ 41 milhões no 3T18

A Movida fechou o período de julho a setembro de 2018 com diversos recordes. O lucro líquido atingiu R$ 41 milhões (+192,6% em relação ao 3T17), o maior desde a criação da companhia em 2006. Um dos principais destaques do resultado foi a evolução da rentabilidade, com ROIC LTM alcançando mais de 10% (2 pontos percentuais acima do mesmo período do ano passado). Desta forma, foi possível superar em 4,4 pontos percentuais o custo de dívida, outro recorde que confirmou a geração de valor da Companhia. O EBITDA consolidado também alcançou valores inéditos, com R$119,4 milhões no 3T18 (aumento de 41,8% em comparação ao 3T17).

Coface registra crescimento de 7,2% no resultado dos sete primeiros meses de 2018

A Coface, seguradora de crédito francesa líder de mercado no Brasil, teve um crescimento de 7,2% de JAN – JUL de 2018, ante o mesmo período do ano passado. “É uma demonstração de que a economia está reaquecendo e que as empresas estão buscando novas alternativas para proteger seus recebíveis”, afirma a CEO da empresa no Brasil, Marcele Lemos. 

EBITDA ajustado da Eletropaulo fecha em R$ 349,4 mi no 3T18

A Eletropaulo anunciou hoje, 9, os resultados obtidos pela empresa no terceiro trimestre de 2018. Segundo a companhia, houve redução de 44,3% do DEC no 3T18 para 7,48 horas em comparação com o registrado no 3T17 (13,42 horas), dentro do limite regulatório global de 7,53 horas. O indicador FEC totalizou 4,57 vezes no 3T18, uma redução de 33,1% em comparação ao 3T17 (6,83 vezes), dentro do limite regulatório global de 5,24 vezes.

Assinar este feed RSS