Termomecanica investirá R$ 70 mi em linha de fundição de alumínio

A Termomecanica anunciou hoje, 27, que investirá R$ 70 milhões em uma linha de fundição com laminação contínua. Tal investimento permitirá que a companhia, já em 2020, produza a matéria-prima para a fabricação de tubos e vergalhões. Segundo a empresa especializada em metais não ferrosos, Cobre e ligas, ainda está sendo colocada em operação uma linha de extrusão com tecnologia inglesa que permitirá dobrar a produção de tubos de Alumínio destinados aos segmentos de refrigeração, automobilístico, telecomunicações e outros.

Alumínio ganha fôlego no 1º semestre

O consumo do mercado doméstico de produtos transformados de alumínio cresceu 2,1% no 1º semestre de 2017, em relação ao 1º semestre de 2016, ou seja, saltou de 588,4 mil toneladas para 600,9 mil toneladas nos primeiros seis meses do ano.

Alumínio ganha fôlego no primeiro semestre

O consumo do mercado doméstico de produtos transformados de alumínio cresceu 2,1% no 1º semestre de 2017, em relação ao 1º semestre de 2016, ou seja, saltou de 588,4 mil toneladas para 600,9 mil toneladas nos primeiros seis meses do ano.

A reciclagem de alumínio no Brasil e sua eficácia

A reciclagem de alumínio se confunde com a implantação da indústria do metal no país. Na década de 1920, data dos primeiros registros de produção de utensílios de alumínio em território nacional, o setor utilizava como matéria prima a sucata importada de vários países. Nos anos 1990, com o início da produção das latas no Brasil, a reciclagem do metal foi intensificada, registrando volumes cada vez maiores.

Consumo brasileiro de alumínio cai 5,5% em 2014

A Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) divulga nova previsão de consumo para o mercado doméstico de produtos transformados de alumínio em 2014. Segundo a entidade, a demanda interna de produtos transformados de alumínio deverá atingir 1.429,7 mil toneladas, volume 5,5% menor ao consumido de 2013, de 1512,5 mil toneladas.

Embalagens de alumínio e sua reciclagem em pauta

O segmento de embalagens metálicas cresceu 7,57% em 2013 e a expectativa é continuar crescendo este ano, segundo dados da ABRE – Associação Brasileira de Embalagem. Neste segmento a participação do alumínio é conhecida principalmente pelas latas, mas a matéria-prima é utilizada também na fabricação de outros tipos de embalagem. Durante o 6º Congresso Internacional do Alumínio e 12º Seminário Internacional de Reciclagem do Alumínio temas relacionados às novas tecnologias, reciclagem de embalagens para a fabricação de novas, melhoria na produção, entre outros, serão debatidos por fabricantes, especialistas e profissionais da área.

Indústria brasileira de alumínio confirma liderança em reciclagem

A 5ª Exposição Internacional do Alumínio (ExpoAlumínio), promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e realizada pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), representa uma indústria que possui um grande trunfo ambiental: a reciclagem. Em 2012, o Brasil reciclou 97,9% das latinhas de alumínio para bebidas consumidas. A feira, que nesta edição está maior e deve receber 15 mil visitantes e 170 marcas nacionais e internacionais, também atua como um estimulador para o setor de Alumínio que este ano projeta crescimento de 5,3%, contra uma projeção de 2,2% para o PIB nacional.

Assinar este feed RSS