TCU diz que cartel de 16 empresas fraudou licitações da refinaria Abreu e Lima

Um grupo de 16 empresas e três ex-dirigentes da Petrobras terão que prestar esclarecimentos ao Tribunal de Contas da União (TCU), em 15 dias, sobre indícios de irregularidades em licitações para a instalação da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. A atuação dos arranjos de preço feitos pelas empresas reduziu em aproximadamente 17% o valor do desconto que seria ofertado no caso de um cenário competitivo, o que resultou em um prejuízo de R$ 1,9 bilhão nos contratos analisados pelo TCU.

Abreu e Lima tem superfaturamento de R$ 673 milhões

O plenário do Tribunal de Contas da União aprovou ontem (12) relatório do ministro Benjamin Zymler, segundo o qual foi identificado um superfaturamento de R$ 673 milhões em contratos de obras da Refinaria Abreu e Lima, em Recife (PE). Os valores são resultados da análise de uma amostra de R$ 1,46 bilhão, de contratos que totalizam R$3,37 bilhões para obras da refinaria.

Gerente da Petrobras explica atraso e custo da Refinaria Abreu e Lima

Convocado para explicar no Senado os motivos do atraso e do alto custo da Refinaria Abreu e Lima, o gerente-geral de Implementação de Empreendimentos da Petrobras, Glauco Colepicolo Legati, disse hoje (16) que o principal motivo do atraso da obra foi a necessidade de se refazer algumas licitações, após terem sido apresentados valores superiores ao previsto pela estatal.

 

Assinar este feed RSS