Indústria de transformação recicla 240t de aço anualmente

Ciente de sua responsabilidade socioambiental, a Açovisa, empresa referência em distribuição de aço, mantém, de forma permanente, algumas iniciativas em prol do meio ambiente. A principal delas é o processo de reciclagem de toda “sobra” de material transformado: no total, a indústria, com sede em Guarulhos e mais 13 filiais instaladas em 11 estados pelo Brasil, reinsere no mercado aproximadamente 20 toneladas de aço ao mês (ou 240 t ao ano), provenientes dos cortes realizados internamente, que serão novamente transformados em barras laminadas, trefiladas e forjadas.

Entrada da China na OMC preocupa países produtores de aço

Se a China for aceita na Organização Mundial do Comércio (OMC) no final de 2016, o que acontecerá com a indústria do aço nos países produtores dos blocos comerciais? O coordenador do painel “China – Economia de Mercado?”, realizado durante o Congresso Brasileiro do Aço, Alexandre de Campos Lyra, vice-presidente sênior do Grupo Vallourec na América do Sul e presidente do Conselho Diretor do Aço Brasil, vê a questão com extrema preocupação. “Se isto acontecer, os preços e custos de referência para as análises sobre concorrência internacional passarão a ser os praticados no mercado interno chinês, que é cheio de distorções. Esta é uma preocupação do Brasil e de outros países produtores porque todo o arsenal construído para regular as mediações vai virar pó”.

Indústria do aço reúne boas iniciativas em direção à economia circular

Um novo modelo de economia, que adote estratégias de longo prazo, gerando riquezas sem aniquilar o meio ambiente, permitindo maior acesso aos bens e aos produtos. Este novo olhar faz parte do conceito da economia circular, uma economia regenerativa e restaurativa por princípio, um novo sistema que elimina a noção de resíduos, mantendo os materiais, sejam eles técnicos ou biológicos, em sua mais alta utilidade e valor o tempo todo, que funciona no longo prazo e em qualquer escala. Este foi o tema do terceiro painel do Congresso Brasileiro do Aço, cuja 27ª. edição acontece hoje (8) e amanhã (9), no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo.

 

Consumo de aço, quase uma década de retrocesso

A indústria brasileira do aço vive a pior crise da sua história. Depois de reduzir o quadro em 29.740 pessoas no biênio 2014 e 2015, a previsão do setor é fechar o 1º semestre do ano com quase 11,3 mil demissões e um total de cinco altos fornos parados. A previsão do Instituto Aço Brasil é de que a produção de aço – estimada em 31,0 milhões de toneladas- seja 6,8% menor este ano do que em 2015, enquanto as vendas recuem 10,0%, totalizando 16,4 milhões de toneladas. O consumo aparente projetado para 2016 é de 18,2 milhões de toneladas, queda de 14,4%, voltando ao patamar de 2007.

Assinar este feed RSS

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/investimentosenoticias/www/libraries/joomla/database/database/mysqli.php on line 141