Vendas a prazo crescem pelo segundo ano seguido, aponta CNDL

Depois de amargar três anos consecutivos de resultados no vermelho, as vendas a prazo no varejo voltaram a crescer pelo segundo ano seguido. Dados apurados pelo Indicador de Atividade do Varejo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que as consultas de CPFs para vendas parceladas cresceram 2,15% no acumulado em 12 meses até junho deste ano. O número comprova a trajetória de recuperação do comércio, porém a um ritmo menor, uma vez que em junho de 2018, as vendas haviam crescido 3,13%.

Vendas no varejo do Reino Unido sobem 1,0% em junho

A Agência Nacional de Estatísticas do Reino Unido anunciou nesta quinta-feira, 18, que o volume das vendas no comércio varejista registrou alta de 1,0% em junho de 2019, na comparação com o mês anterior.

(Redação - Investimentos e Notícias)

Varejo digital no Brasil fatura mais de R$32 bi no 1º semestre

O mercado digital brasileiro gerou R$32,1 bilhões no 1º semestre deste ano, o que representa um crescimento de 16,3% sobre o mesmo período do ano anterior. Os dados são do relatório NeoTrust, elaborado pelo Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, em parceria com o E-commerce brasil.

Férias de julho movimentam varejo em 0,13%

Nas férias escolares de julho é comum muitos pais conciliarem uma folga no trabalho para passar o tempo com seus filhos, sejam viajando ou aproveitando as atrações locais da cidade. O recesso escolar movimenta o varejo e diversos setores da economia. O mercado de turismo, por exemplo, tem uma alta demanda por conta do público que aproveita a folga para viajar.

Varejo brasileiro deverá crescer apenas 1,1% em 2019

O varejo restrito brasileiro deve apresentar crescimento de 1,1% em 2019 na comparação com o ano passado, projeta a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). 'É um resultado fraco e um indicativo de que a economia brasileira parou de se recuperar. Trata-se de um número bem inferior aos 2,3% de 2018 e aos 2,1% de 2017', avalia o economista da ACSP Marcel Solimeo.

Varejo apresenta estabilidade em maio

Em maio de 2019, o volume de vendas do varejo ficou praticamente estável (-0,1%) frente a abril, na série com ajuste sazonal, após recuo de 0,4%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A média móvel trimestral variou -0,1% e também mostrou estabilidade em relação ao trimestre encerrado em abril (-0,1%).

Varejo perde fôlego e cresce apenas 1,6% no primeiro semestre

O movimento de vendas do varejo da capital paulista cresceu em média 1,6% no primeiro semestre deste ano frente ao mesmo período de 2018. O dado é do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Isoladamente, o sistema a prazo apresentou alta de 0,8%, enquanto que o sistema à vista expandiu 2,3%.

 

Varejo de SP cresce 1,4% na 1ª quinzena de junho, diz ACSP

O movimento de vendas do varejo da capital paulista cresceu em média 1,4% na primeira quinzena de junho de 2019, frente ao mesmo período de 2018, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A média resulta das altas de 2% do sistema a prazo e de 0,8% do sistema à vista.

Assinar este feed RSS