TRF mantém prisão preventiva de Renato Duque

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região decidiu manter a prisão preventiva do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. A decisão foi tomada ontem (12), por dois votos a um, pela Primeira Turma Especializada do TRF, segundo informações divulgadas hoje pela Procuradoria Regional da República.

MPF pede condenação de Vaccari e Renato Duque

O Ministério Público Federal (MPF) requereu a condenação de João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, e de Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, presos pela Operação Lava Jato. Nas alegações finais enviadas ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo processo da Lava Jato, o MPF afirma que Vaccari e Duque praticaram 24 vezes o delito de lavagem de dinheiro.

STF nega liberdade ao ex-diretor da Petrobras Renato Duque

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou hoje (23) pedido para libertar o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, condenado na Operação Lava Jato. Duque está preso há 11 meses no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Renato Duque fica calado durante depoimento

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque permaneceu calado hoje (3), durante depoimento perante a Justiça Federal no Paraná. A audiência é parte de um dos processos que apura suposta participação da Empreiteira Odebrecht no esquema de desvios da Petrobras.

Juiz condena Vaccari, Duque e mais oito réus da Lava Jato

O juiz Sérgio Moro, que conduz os processos da Operação Lava Jato na Justiça Federal, condenou dez pessoas por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras. Entre elas estão o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, condenado a 15 anos e quatro meses de reclusão, e o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, que recebeu pena de 20 anos e oito meses de reclusão. Ambos foram condenados pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Renato Duque diz à CPI que não fará delação premiada

A defesa do ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobras Renato Duque disse que ele não fará delação premiada. Durante seu depoimento hoje (19) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, Duque, que foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por lavagem de dinheiro no processo judicial da Operação Lava Jato, se recusou a responder perguntas sobre as irregularidades na companhia e frustrou as expectativas dos deputados.

Duque diz em CPI que é inocente de acusações de suborno

Ao final de um depoimento de de mais de quatro horas, marcado pelo silêncio, na CPI da Petrobras, na Câmara dos Deputados, o ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobras Renato Duque disse estar “tranquilo”, e provará sua inocência nas denúncias de corrupção envolvendo o esquema investigado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF).

Depoimento de Renato Duque para CPI ocorre amanhã na Câmara

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), suspendeu, hoje (18), Ato 82 da Mesa Diretora da Casa, de 12 de julho de 2006, para permitir que o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque preste depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, nas dependências da Câmara, amanhã (19), a partir das 9h30.

 

Assinar este feed RSS