IAEmp e ICD apresentaram queda em fevereiro, aponta FGV

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) recuou 1,1% em fevereiro de 2016, alcançando 72,5 pontos, conforme divulgado nesta quarta-feira, 9, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A queda representa uma acomodação do indicador após quatro altas consecutivas, entre outubro de 2015 e janeiro de 2016, que sinalizam algum arrefecimento do ritmo de diminuição do pessoal ocupado na economia brasileira neste início de ano.

ICD e IAEmp avançam em novembro

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD), da Fundação Getulio Vargas, subiu 1,4% em novembro, alcançando 99,0 pontos. O resultado sucede duas altas e sinaliza continuidade na tendência de aumento do desemprego observada nos últimos meses. No ano, o ICD acumula 34,5% de alta.

ICD apresenta variação de 1,6% em junho

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) avançou pelo sexto mês consecutivo, ao variar 1,6% em junho, alcançando 89,7 pontos, o maior nível desde maio de 2009 (90,4 pontos), segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). No ano, o ICD acumula variação de 21,9%, a maior da série para este período de comparação.

Assinar este feed RSS