ANEEL solicita à ENEL Goiás plano emergencial

A ANEEL determinou à ENEL Goiás a apresentação de um Plano Emergencial de Resgate da Qualidade do serviço prestado no estado. O documento deverá ser entregue no dia 25/2 e conterá lista de ações e investimentos a serem realizados no curto prazo. A decisão foi anunciada hoje (15/2) em reunião da diretoria da ANEEL com o presidente da ENEL Brasil, Nicola Cotugno, e executivos do grupo ENEL Brasil, como o presidente da ENEL Distribuição Goiás, Abel Rochinha.

Enel lançou oferta pública voluntária

A Eletropaulo anunciou que a Enel lançou oferta pública voluntária concorrente para aquisição de até a totalidade das ações ordinárias de emissão da Companhia, ao preço de R$ 28,00 por ação (“OPA”).

Enel inicia operação do parque solar Horizonte no Brasil

A Enel, por meio de sua subsidiária de energias renováveis Enel Green Power Brasil Participações Ltda. (“EGPB”), iniciou operação de seu parque solar Horizonte (103 MW), localizado no município de Tabocas do Brejo Velho, no estado da Bahia.

Enel inicia operação do parque eólico Damascena

A Enel, por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil Participações Ltda. ("EGPB"), iniciou a operação comercial do parque eólico Damascena, que está localizado na Bahia, no nordeste do Brasil, e é a segunda de quatro plantas no complexo eólico de Serra Azul de 118 MW a ser disponibilizada.

Enel constrói parque eólico de 90 MW no Brasil

A Enel, por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil Participações Ltda. ("EGPB"), começou a construção do parque eólico de Cristalândia, que está localizado nos municípios de Brumado, Rio de Contas e Dom Basílio, no estado da Bahia, no nordeste do Brasil.

Itaú financia US$ 100 mi para Enel investir em energias renováveis

A Enel Green Power SpA (“Enel Green Power”), por meio de sua subsidiária brasileira, a Enel Brasil Participações Ltda. (“Enel Brasil”), holding controladora das subsidiárias brasileiras do Grupo Enel Green Power, e o Itaú Unibanco S.A. (“Itaú”) assinaram um financiamento de dez anos no valor de mais de R$ 260 milhões (cerca de US$ 100 milhões). O empréstimo com Itaú, que tem International Finance Corporation (IFC) como arranger, cobrirá parte do investimento para construir mais de 260MW de energia eólica nos estados da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Assinar este feed RSS