Eletrobras apresenta lucro líquido de R$ 6.908 mi no 1S19

A Eletrobras apresentou, no primeiro semestre de 2019 (1S19), um lucro líquido de R$ 6.908 milhões, 272% superior ao lucro líquido de R$ 1.856 milhões obtido no primeiro semestre de 2018 (1S18). O lucro do 1S19 é composto pelo Lucro Líquido das operações continuadas de R$ 1.871 milhões e pelo Lucro Líquido de R$ 5.037 milhões referente às operações descontinuadas (distribuição), destacando a privatização da distribuidora Amazonas Energia, que deixou de ser consolidada pela Eletrobras.

Eletrobras conclui transferência de ações

A Eletrobras anunciou que concluiu, nesta data, a transferência da totalidade das ações para a Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. – TAESA (“Compradora”) detidas nas seguintes Sociedades de Propósito Específico (“SPEs”):

Eletrobras apresenta lucro de R$ 1,3 bilhão no 1T19

A Eletrobras apresentou lucro líquido de R$ 1,3 bilhão no primeiro trimestre de 2019, o que representa um aumento de 178% em comparação ao lucro líquido de R$ 484 milhões registrado no primeiro trimestre de 2018, de acordo com balanço divulgado hoje (13) pela companhia. A receita bruta foi de R$ 7,9 bilhões, um aumento de 9% em relação ao mesmo período do ano passado; e o Ebitda foi de R$ 2,9 bilhões, número 15% maior que o do primeiro trimestre de 2018, quando a empresa registrou R$ 2,5 bilhões.

Eletrobras anuncia retenção de dividendos

As Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras) anunciou que fará retenção de parcela dos dividendos obrigatórios, no montante de R$ 2.291.889 mil, com relação à qual foi constituída uma reserva especial de dividendos, nos termos do parágrafo 5º do artigo 202 da Lei n.º 6.404/76. 

Eletrobras anuncia 2ª emissão de debêntures simples

A Eletrobras anunciou que foi aprovada a sua 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em 4 séries, da espécie quirografária, para distribuição pública com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada (“Instrução CVM 476”), de até 5 milhões de debêntures, com valor nominal unitário de R$1.000,00 na data de emissão (que, para todos os fins legais, será o dia 25 de abril de 2019) (“Valor Nominal Unitário” e “Data de Emissão”), perfazendo o montante total de até R$5 bilhões na Data de Emissão (“Debêntures” e “Emissão”, respectivamente), observado que a quarta série da Emissão será composta por Debêntures incentivadas, nos termos da Lei nº 12.431, de 24 de junho de 2011, conforme alterada.

(Redação – Investimentos e Notícias)

Eletrobras tem lucro líquido de R$ 13,35 bi em 2018

A Eletrobras registrou um lucro líquido de R$ 13,35 bilhões em 2018. Em 2017, a estatal de energia havia tido um prejuízo líquido de R$ 1,73 bilhão. O lucro é o maior apurado pela empresa nos últimos 20 anos, de acordo com nota divulgada hoje (28) pela companhia.

Assinar este feed RSS