Nível do Cantareira saltou de 2,2% para 45,9% em um ano, diz Sabesp

No período de um ano, o Sistema Cantareira mostrou recuperação considerável em seu volume armazenado, segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O nível saltou de 2,2%, em 5 de janeiro do ano passado, para 45,9 % hoje (5), na medição que desconsidera o volume morto.

Cantareira amplia limite de abastecimento de água

A partir de sábado (1º), o Sistema Cantareira vai poder fornecer mais água para abastecer cerca de 5,3 milhões de pessoas na Grande São Paulo. Ontem (28), o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) e a Agência Nacional de Águas (ANA) aprovaram comunicado conjunto em que estabelecem o novo limite de vazão de retirada do Sistema Cantareira, na estação Elevatória de Santa Inês, que vai valer até o final de agosto. Depois desse período, entre setembro e novembro, a retirada máxima permitida volta ao valor atual.

Nível do Cantareira fica estável pelo terceiro dia seguido

O nível do Sistema Cantareira, o maior manancial de abastecimento da região metropolitana de São Paulo, manteve-se estável hoje (17) em 19,9% sem considerar a utilização da reserva técnica (água que fica abaixo das comportas). No cálculo que leva em consideração o bombeamento dessa água, o Sistema opera com 15,4% de sua capacidade total com um estoque de 195,7 bilhões de litros.

Sistema Cantareira mantém 20,2% de volume armazenado

O Sistema Cantareira mantém desde sexta-feira (5) o nível de 20,2% de volume armazenado. Entretanto, os reservatórios, que abastecem cerca de 5,2 milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo ainda operam na reserva técnica. Para ultrapassar as cotas do volume morto e voltar ao índice positivo ainda é necessário acumular 89,1 bilhões de litros.

DAEE e ANA decidem limites de vazões do Cantareira

O DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e a ANA (Agência Nacional de Águas) aprovaram na manhã de hoje, em reunião na Secretaria Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, o Comunicado Conjunto ANA/DAEE no 247 estabelecendo limites de vazão de retirada do Sistema Cantareira para o período de 1º de junho a 30 de novembro de 2015. O encontro contou com a participação dos presidentes e secretários executivos dos Comitês das bacias hidrográficas do Alto Tietê e dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ).

Nível do Cantareira fica estável pelo 3º dia seguido

Pelo terceiro dia seguido, manteve-se estável o nível dos seis reservatórios que formam o Sistema Cantareira, o manancial de abastecimento da região metropolitana de São Paulo, que ainda vive a pior condição hídrica entre os seis administrados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). De acordo com o a medição diária dessa empresa, desde o último dia 16, quando o nível baixou de 19,8% para 19,7%, o armazenamento continua o mesmo.

Cantareira fica estável pelo 4º dia consecutivo

Mesmo sem chuva de ontem (6) para hoje (7), o Sistema Cantareira ficou estável desde a última segunda-feira (4), em 19,7% da capacidade de operação, segundo o cálculo convencional da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), com base no total armazenado sobre o volume útil (água que fica acima das comportas).

Assinar este feed RSS