Standard & Poor's coloca 30 empresas brasileiras em perspectiva negativa

  •  
11 instituições financeiras do país também tiveram notas rebaixadas Foto: Divulgação 11 instituições financeiras do país também tiveram notas rebaixadas

Após mudar a perspectiva de nota do Brasil de estável para negativa, a agência de classificação de risco Standard & Poor's também fez hoje (29) a alteração para 30 empresas e 11 instituições financeiras do país.

A agência manteve as notas das empresas e mudou somente a perspectiva, assim como fez com a nota de crédito em moeda estrangeira do Brasil no longo prazo, que permanece em BBB-. O país manteve o grau de investimento, ou seja, continua sendo considerado seguro para investidores, mas pode ter a nota rebaixada no futuro.

A mudança para as empresas brasileiras é uma consequência dessa alteração de perspectiva de nota do Brasil.

Ontem (28), a agência informou em comunicado que houve 'uma correção significativa de política durante o segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff', mas, mesmo assim, 'o Brasil enfrenta circunstâncias políticas e econômicas desafiadoras'. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)