Sicoob promove inclusão financeira com a democratização do crédito

Sicoob promove inclusão financeira com a democratização do crédito Foto: Divulgação Sicoob promove inclusão financeira com a democratização do crédito

Uma das missões do maior sistema financeiro cooperativo do Brasil, Sicoob, é fazer com que cada vez mais brasileiros conheçam as vantagens do cooperativismo financeiro, suas práticas e, com isso, reforçar e renovar o movimento cooperativista.

No Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito, comemorado ontem (19), é importante ressaltar a importância das cooperativas financeiras que vêm crescendo a cada ano como alternativa ao cenário atual de controle do mercado financeiro.

Em um País com o maior spread bancário do mundo – cinco vezes maior que a média global – onde quatro bancos detêm 79% do estoque de crédito nacional e o setor bancário é conhecido pela falta de cooperação na redução dos juros cobrados ao consumidor, as cooperativas do Sicoob mostram que têm como prioridade os seus cooperados e protagonizam um círculo virtuoso, com práticas mais transparentes e competitivas.

Há duas décadas atuando como instituição financeira propulsora do desenvolvimento econômico e social de seus 3,7 milhões de cooperados, o Sistema que dobrou de tamanho nos últimos sete anos oferece à população opções mais rentáveis, com taxas menores de juros nas operações de crédito, melhor remuneração de investimentos, atendimento humanizado e personalizado entre outras vantagens e diferenciais.

Presente em todos os estados brasileiros, o Sicoob é o 7ª maior do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em patrimônio líquido e disponibiliza um amplo portfólio de produtos e serviços financeiros por meio de 2,6 mil pontos de atendimento espalhados em todo território nacional.

Atualmente, é a única instituição financeira em 198 municípios, pois tem como missão a inclusão por meio de soluções financeiras adequadas e sustentáveis. No Brasil – segundo dados divulgados pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) no início deste ano – há cerca de 20 milhões de desbancarizados acima de 18 anos. “Vemos o cooperativismo como uma saída financeira importante para inserir essas pessoas no Sistema Financeiro Nacional. Acreditamos que o crescimento desse novo agente no cenário financeiro do Brasil contribui bastante com esse movimento que, aos poucos, começa a ganhar relevância: o direito à cidadania financeira”, afirma Henrique Castilhano Vilares, presidente do Sicoob Confederação.

Tecnologia
Alinhado com o tema de 2017 do DICC, “Os sonhos prosperam aqui”, e com o espírito do movimento global de cooperativas financeiras, o Sicoob apresenta um modelo econômico que prioriza o relacionamento humanizado e o atendimento digital. Atualmente, é possível fazer parte de qualquer cooperativa do Sistema utilizando um smartphone. Os cooperados também podem acessar suas contas usando mídias sociais (Facebook). Eles também podem usar o aplicativo para encontrar melhores rotas para localizar caixas eletrônicos ou agências e retirar dinheiro sem usar cartões físicos em caixas eletrônicos.

Em junho de 2017, a utilização dos canais digitais – internet e mobile – correspondeu a 72,5% das transações feitas pelos cooperados do Sicoob. O uso dos smartphones chegou a 94,7 milhões de transações no mês, liderando as operações em 40% do total. Houve ainda um crescimento de 190% na realização das transações financeiras pelo mobile, comparado ao mesmo mês do ano passado.

(Redação - Agência IN)