S&P Ventilação anuncia nova fábrica em Mogi das Cruzes

  •  
S&P Ventilação anuncia nova fábrica em Mogi das Cruzes Foto: Divulgação S&P Ventilação anuncia nova fábrica em Mogi das Cruzes

A S&P Brasil Ventilação Ltda, empresa do grupo espanhol Soler & Palau que se dedica à fabricação de equipamentos de ventilação e exaustão, anunciou a instalação de sua segunda fábrica no Brasil. A unidade será implantada em Mogi das Cruzes, a 60 km da capital, com investimento de R$ 1 milhão e geração de 20 empregos diretos.

O projeto está sendo assessorado pela Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos do Governo do Estado vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. “A empresa escolheu uma ótima cidade, com facilidade de acesso às principais rodovias do Estado, ao Porto de Santos e à capital paulista. Além de disso, São Paulo possui o maior mercado de ventilação comercial do país”, explicou o presidente da agência, Luciano Almeida.

A nova planta, que ficará em frente ao atual Centro de Distribuição da empresa em Mogi das Cruzes, irá produzir ventiladores e exaustores para instalações industriais e comerciais. Além disso, a planta também servirá como novo centro de distribuição de itens importados, que são novidade no mercado. A área alugada pela empresa possui 2.700 mil metros quadrados de área construída.

“A abertura de uma filial com planta industrial no estado de São Paulo, no ano de 2012, e sua ampliação já no ano de 2014, demonstram o acerto da decisão do Grupo Soler & Palau em investir no mercado brasileiro, e a confiança que temos no seu potencial de desenvolvimento e crescimento”, afirma o diretor geral da S&P no Brasil, Carlos Ehlers.

A previsão é de que a nova fábrica comece a operar em novembro de 2014. A nova planta de Mogi das Cruzes receberá partes e peças para montagem de produtos, que serão destinados ao mercado nacional de fabricantes de máquinas de ar condicionado e instaladores de sistemas de ventilação. Serão fabricados ventiladores centrífugos de baixa e média pressão.

Com a nova fábrica, o centro de distribuição antigo, que funciona em frente ao novo empreendimento será desativado. Os 10 funcionários que trabalham no local serão transferidos para a nova sede paulista.

(Redação - Agência IN)