Receita líquida da Eternit soma R$ 167,7 milhões no 1T17

Receita líquida da Eternit soma R$ 167,7 milhões no 1T17 Foto: Divulgação Receita líquida da Eternit soma R$ 167,7 milhões no 1T17

A Eternit S.A. (B3: ETER3), com 77 anos de atividade, líder de mercado no segmento de coberturas, com atuação nos segmentos de louças, metais sanitários e soluções construtivas, anuncia hoje os resultados do 1º trimestre de 2017 (1T17).

A receita líquida consolidada somou R$ 167,7 milhões no 1T17, 26,7% inferior ao 1T16, principalmente em função de menores volumes de vendas dos segmentos de atuação devido à desaceleração do setor e maior comercialização de um mix popular, enquanto o desempenho no mercado externo foi impactado pela redução do preço em dólar para fazer frente à forte concorrência, além da depreciação de 19,4% do dólar frente ao real.

O EBITDA ajustado no 1T17 atingiu R$ 19,3 milhões, retração de 49,5% quando comparado ao 1T16, devido ao menor volume de vendas nos segmentos de atuação, baixa utilização da capacidade industrial e redução das margens operacionais decorrente da comercialização de um mix com menor valor agregado. Visando minimizar os efeitos negativos do EBITDA ajustado, a Companhia tem concentrado esforços em reduzir as despesas operacionais, em linha com o programa estruturado. Como consequência dos aspectos comentados no EBITDA ajustado, e apesar da melhoria do resultado de equivalência patrimonial e do resultado financeiro líquido no 1T17, a Eternit registrou prejuízo de R$ 3,0 milhões.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 4,5 milhões no primeiro trimestre de 2017, menor em 21,1% frente ao 1T16, em função, principalmente, de menores efeitos de variação cambial devido à política da não exposição, tanto a receber quanto a pagar, em moeda estrangeira da Companhia e redução do endividamento, decorrendo em menores juros.

No 1T17, a Eternit registrou prejuízo de R$ 3,0 milhões, decorrente dos aspectos comentados no EBITDA ajustado, apesar da melhoria do resultado de equivalência patrimonial e do resultado financeiro líquido. A margem líquida retraiu 6 pontos percentuais e encerrou o período em -2%. Cabe ressaltar que no 1T16 o lucro líquido foi impactado positivamente em cerca de R$ 5,0 milhões referente a itens não recorrentes como venda de ativo imobilizado e recebimentos antecipados de incentivos fiscais do Programa Produzir.

O CAPEX da Eternit e de suas controladas no 1T17 foi de R$ 1,1 milhão, redução de 69,3% quando comparado ao mesmo período de 2016. Os recursos foram destinados à manutenção e atualização do parque industrial do Grupo.

(Redação - Agência IN)