Receita líquida da Comgás atingiu R$ 2,5 bi no 4T19

  •  
Receita líquida da Comgás atingiu R$ 2,5 bi no 4T19 (Foto:Divulgação) Receita líquida da Comgás atingiu R$ 2,5 bi no 4T19

A receita líquida da Comgás atingiu R$ 2,5 bilhões no quarto trimestre de 2019, 32,1% maior que no 4T18. No acumulado do ano, a receita liquida totalizou R$ 9,5 bilhões, avançando 39,1% em relação a 2018. O resultado é justificado pelo repasse do aumento dos custos de gás e transporte nas tarifas definidas pela agência reguladora.

O custo total de bens e serviços vendidos, que é composto principalmente pelo custo do gás (commodity), transporte e custo da construção, foi de R$ 1.686 milhões no 4T19 e R$ 6.402 milhões no ano, apresentando um crescimento de 17% e 31% respectivamente.

As despesas com vendas, gerais e administrativas, excluindo a amortização, encerraram o período com um resultado 12% maior do que o 4T18, totalizando R$ 175 milhões, em decorrência do aumento dos custos com materiais e equipamentos de apoio ao crescimento da operação. No ano o resultado acumulou R$ 559 milhões, resultado 8% acima do mesmo período anterior, em linha com o IGPM do período.

O EBITDA normalizado pela conta corrente regulatório somou R$ 490 milhões no 4T19 e R$ 2.217 milhões no ano, resultado impactado principalmente pela correção das margens pela inflação. O EBITDA IFRS atingiu R$ 633 milhões no 4T19, 42% menor que o resultado do ano de 2018, devido a eventos não recorrentes na base de comparação.

As receitas e despesas financeiras líquidas encerraram o 4T19 com um montante de R$ -64 milhões, no ano o acumulado atingiu R$ -180 milhões, reflexo do aumento do saldo da dívida líquida da Companhia. Além disso, a base comparativa do período foi impactada pelas reversões monetárias relacionadas ao encerramento de disputas judiciais.

O lucro líquido normalizado pela conta corrente regulatória foi de R$ 277 milhões no 4T19 (R$ 367 milhões em IFRS) e R$ 1.198 milhões no ano (R$ 1.367 em IFRS).

Por fim, os investimentos totalizaram R$ 299 milhões no 4T19 e R$ 899 milhões no acumulado do ano, um aumento de 70% quando comparado ao ano de 2018, em linha com o planejado pela Companhia e com o plano de investimentos do ciclo regulatório aprovado.

(Redação – Investimentos e Notícias)