Receita bruta da Wipro chega a US$ 2,0 bilhões

  •  
Receita bruta da Wipro chega a US$ 2,0 bilhões Foto: Divulgação

A Wipro Limited (NYSE: WIT, BSE: 507685, NSE: WIPRO), empresa global líder em Tecnologia da Informação, Consultoria e Serviços de Processos de Negócios, anuncia os resultados financeiros segundo o International Financial Reporting Standards (IFRS), para o trimestre encerrado em 30 de setembro de 2018.

 

Resultados para o trimestre encerrado em 30 de setembro de 2018:

A receita bruta foi de 145,4 bilhões INR (US$ 2,0 bilhões).
A receita do segmento de serviços de TI foi de 143,8 bilhões INR (US $ 2,0 bilhões).
A receita ajustada do Segmento de Serviços de TI aumentou 6,2% sequencialmente e 10,4% ano após ano em termos INR (rupia).
A receita do Segmento de Serviços de TI ajustada em moeda constante não-GAAP cresceu 2,8% sequencialmente e 5,1% ano após ano
A margem ajustada de serviços de TI no trimestre foi de 18,1%.
A margem de serviços de TI reportada foi de 14,6%.
O Lucro Líquido foi de 18,9 bilhões INR (US$ 260,4 milhões)
EPS (earnings per share) para o trimestre foi de 4,19 INR (US$ 0,063) por ação.

Performance

Abidali Z. Neemuchwala, CEO e membro do Conselho disse: 'A Wipro apresentou um trimestre forte tanto em receita quanto em crescimento de margem. Nós vencemos nosso maior acordo até o momento e quatro de nossas Unidades de Negócios cresceram mais de 4% sequencialmente em termos de moeda constante. O ambiente de demanda é robusto, especialmente para serviços de transformação digital e modernização de escala empresarial.'

Jatin Dalal, Diretor Financeiro disse: 'A melhoria consistente em nossas métricas operacionais reflete nosso implacável rigor de execução, que resultou em nossa margem de serviços de TI ajustada2 chegando a 18,1% no trimestre. Vemos a automação como uma alavanca-chave para impulsionar as margens.'

Como parte de nossa reorganização na Índia, estamos fortalecendo nossos negócios junto ao India Public Sector Undertaking (PSU) e ao Governo da India, devido à necessidade de um rigor de execução diferenciado. O restante de nossa estratégia para a Índia permanece inalterado e focará nos clientes corporativos, alavancando nossas novas e principais ofertas de portfólio alinhadas com os negócios globais. Desse modo, extrairemos os negócios de PSU e Governo da Índia do nosso segmento de Serviços de TI no trimestre financeiro finalizado em 31 de dezembro de 2018. Os negócios corporativos na Índia continuarão a fazer parte do segmento de Serviços de TI. Faremos as divulgações necessárias referentes a isso em nossas demonstrações financeiras para o trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2018. Nossa perspectiva para o trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2018 reflete essa mudança.

Esperamos que a receita do negócio de serviços de TI esteja na faixa de US $ 2.028 milhões a US $ 2.068 milhões. A receita comparável excluindo os negócios do PSU e Governo da Índia no trimestre encerrado em 30 de setembro de 2018 foi de US $ 2.007 milhões. Isso se traduz em uma perspectiva de crescimento sequencial de 1,0% a 3,0%.


Além disso, a Wipro foi selecionada por um grande banco norte-americano para ajudar a criar um novo banco digital, fornecendo e integrando serviços de estratégia, design e tecnologia.

Uma grande empresa farmacêutica global selecionou a Wipro Digital para agilizar e modernizar seu processo de testes clínicos para vacinas por meio de uma abordagem conduzida pela experiência.

Uma empresa global de serviços financeiros selecionou a Wipro Digital para fornecer suporte nativo a desenvolvimento em nuvem, usando o Pivotal Cloud Foundry, como parte de seu programa contínuo de transformação em nuvem.

A Wipro ganhou um contrato de vários anos com uma varejista global de bebidas para fornecer uma solução de gerenciamento de local de trabalho digital para gerenciar os ativos físicos do cliente em todo o mundo.

(Redação - Investimentos e Notícias)