Receita bruta da Linx cresce 21,3%, para R$ 127,8 milhões, no 3T15

  •  
Receita bruta da Linx cresce 21,3%, para R$ 127,8 milhões, no 3T15 Foto: Divulgação

A Linx, empresa líder em tecnologia de gestão para o varejo, encerrou o terceiro trimestre de 2015 com receita operacional bruta de R$ 127,8 milhões, um crescimento de 21,3% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita operacional líquida foi de R$ 113,5 milhões no 3T15, representando um aumento de 21,6% em comparação aos R$ 93,4 milhões do 3T14.

A receita operacional bruta é fruto da combinação da receita recorrente e de serviços, ambas mantendo a tendência de alta. No 3T15, a receita recorrente atingiu R$ 103,5 milhões, com crescimento de 26,2% sobre o 3T14, e equivalente a 81% da receita bruta. O EBITDA da empresa foi de R$ 31 milhões, 16,5% acima do valor obtido no mesmo período de 2014, e a margem EBITDA no 3T15 foi de 27,3%. O lucro caixa atingiu R$ 26,8 milhões, o que representa aumento de 5,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Expansão apesar da retração no varejo
De acordo com Dennis Herszkowicz, vice-presidente financeiro e de RI da Linx, este resultado demonstra a resiliência do modelo de negócios baseado em receitas recorrentes, “lock-in” com a base de clientes e diversificação de verticais, geografias e portfólio.

O executivo destaca que ao longo deste ano, o “cross-sell”, ou seja, a venda de ofertas complementares aos softwares de POS e ERP para clientes da base, vem ganhando importância. Em paralelo, a Linx segue com a habilidade de conquistar novos clientes. Da mesma forma, os clientes atuais, em sua maioria, seguem abrindo novas lojas e buscando eficiências na retaguarda.

(Redação - Agência IN)