Projeto atenderá às novas diretrizes para os setores de energia e mineração

Projeto atenderá às novas diretrizes para os setores de energia e mineração Foto: Divulgação Projeto atenderá às novas diretrizes para os setores de energia e mineração

O Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral, Projeto Meta, foi prorrogado de 30 de junho de 2017 para 31 de dezembro de 2018. A iniciativa é resultado de parceria iniciada em 2012 entre o governo brasileiro e o Banco Mundial. A prorrogação atende às novas diretrizes para os setores e dá apoio à competitividade e crescimento econômico sustentável do País.

Com investimentos de US$ 53 milhões, o programa atende a 19 subprojetos e prevê a inclusão de 22 outros. Entre as novas propostas incluídas está a iniciativa “Gás para Crescer”, lançada em 2016, que permitirá a abertura do mercado de gás natural. Já na área de planejamento, parte do projeto será destinada aos produtos relacionados à elaboração do Plano Decenal de Expansão de Energia.

O programa ainda contemplará o Plano de Desburocratização do governo federal, que prevê medidas para simplificar e aperfeiçoar rotinas de processos. Nesse campo, o sistema de gerenciamento de documentos eletrônicos do Departamento Nacional de Política Mineral (DNPM) também será acolhido.

No plano de capacitação, o Meta prevê ainda qualificação do corpo técnico das entidades participantes, o que deve melhorar o planejamento, a adoção e os resultados das políticas públicas direcionadas aos setores de energia e mineral, considerando sempre as diretrizes traçadas pela atual gestão do MME. As informações são do Portal Brasil.

(Redação - Agência IN)