Porto Seguro divulga lucro líquido de R$ 335 mi no 2T18

  •  
Porto Seguro divulga lucro líquido de R$ 335 mi no 2T18 (Foto: Divulgação) Porto Seguro divulga lucro líquido de R$ 335 mi no 2T18

A Porto Seguro encerrou o segundo trimestre e o primeiro semestre de 2018 obtendo um crescimento relevante na rentabilidade. A melhora de 6,2 p.p. no índice combinado do 2T18, culminou num aumento do resultado operacional de seguros em 4 vezes, superando a queda da taxa de juros, resultado da disciplina da companhia na recomposição de preços, do aprimoramento na subscrição de riscos e do aumento da eficiência operacional. Além disso, o ambiente competitivo mais racional no seguro auto associado a redução nas frequências de sinistros, também foram fatores preponderantes para o alcance do melhor índice combinado semestral histórico.

O aumento da receita total do trimestre foi alavancado pelo segmento de seguros, em grande parte pelos produtos Auto, Saúde e Patrimonial, enquanto nos Negócios Financeiros e Serviços, as Operações de Cartão de Crédito e Financiamento de Veículos foram as que mais contribuíram.

No Seguro Auto, a Porto Seguro preservou sua participação de mercado, sendo que as vendas da Azul e Itaú aumentaram em mais de 10% e permaneceram estáveis na marca Porto (vs.1S17). A dinâmica de crescimento das marcas deve refletir cada vez mais a nova estratégia de posicionamento, que foca na melhoria da margem do segmento consolidado.

Na parte das despesas, o índice de D.A + D.O. recuou em 1,4 p.p. no semestre, fruto dos investimentos realizados em tecnologia e da melhoria de processos nos últimos anos.

O resultado das aplicações (ex-previdência) reduziu no trimestre em decorrência da queda do CDI médio (-39%vs.2T17), e do menor retorno proveniente dos ativos de renda variável. Por outro lado, as posições mantidas em títulos com juros indexados à inflação e prefixados obtiveram bom desempenho. Dessa forma, a rentabilidade das aplicações atingiu 98% do CDI no 2T18. No acumulado dos seis primeiros meses do ano, a rentabilidade permaneceu acima do benchmark, atingindo 122% do CDI.

O lucro líquido atingiu R$ 335 milhões no 2T18 (+41%) e R$ 613 milhões no 1S18 (+35%), enquanto o ROAE alcançou 19,7% no trimestre e 18,2% no semestre. A rentabilidade dos negócios da empresa com capital ajustado (sem excesso), e considerando o retorno de investimentos de 100% do CDI seria de 25,5% no 2T18 e de 23,1% no acumulado do ano.

No segundo trimestre foi concretizada e aprovada pelo CADE a venda da operação dos centros médicos da Portomed para a Davita, no valor líquido de R$27milhões. Sem esse efeito, o lucro teria crescido 30% no 2T18 e 29% no 1S18 (2018 x 2017).

Além disso, a Porto Seguro realizou o pagamento recorrente de juros sobre o capital próprio no valor de R$ 229 milhões e também efetuou a distribuição extraordinária de dividendos no valor de R$ 500 milhões, aumentando a eficiência do uso do capital da empresa.

A companhia está satisfeita com os resultados obtidos, apesar de um ambiente econômico que ainda apresenta dificuldades de crescimento, e continua a visualizar oportunidades de ganhos de eficiência operacional e de expansão nos negócios.

(Redação – Investimentos e Notícias)