Monitor do PIB mostra retração em janeiro

Monitor do PIB mostra retração em janeiro (Foto: Divulgação) Monitor do PIB mostra retração em janeiro

“O Monitor do PIB-FGV, com informações até janeiro do corrente ano, mostra retração de 0,06% do PIB em janeiro comparativamente a dezembro de 2016. Apesar do desempenho ainda negativo na margem, essa taxa é a menos negativa observada nos últimos onze meses. Com relação ao mesmo período do ano anterior, o PIB recuou 0,3% em janeiro, o resultado menos negativo dos últimos vinte e dois meses. Esses resultados apontam que a recuperação da economia continua, a despeito do lento ritmo que se tem observado”, afirma Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV.

O PIB brasileiro recuou 0,22% no trimestre findo em janeiro quando comparado ao trimestre findo em outubro de 2016, segundo a série ajustada sazonalmente. A taxa trimestral móvel do PIB no trimestre findo em janeiro, comparada com o mesmo período do ano anterior, apresentou queda de 1,1%. Embora seja uma taxa negativa é, nesta comparação, superior aos -2,5% observado no último trimestre de 2016, e também a menor apresentada desde o trimestre findo em janeiro de 2015. Os principais destaques positivos entre as atividades são a extrativa mineral (+7,5%) e eletricidade (+5,7%) enquanto construção (-6,5%) e transportes (-5,1%) são os principais destaques negativos.

O consumo das famílias recuou 2,6% no trimestre findo em janeiro na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. O componente ‘bens duráveis’ apresentou crescimento de 0,5%. Apesar de modesta, esta taxa é a primeira positiva após trinta e dois meses consecutivos de taxas negativas, nesta comparação.

A formação bruta de capital fixo (FBCF) teve contração de 3,9% no trimestre findo em janeiro em comparação ao mesmo trimestre do ano anterior. Merece destaque o desempenho do componente ‘máquinas e equipamentos’ que já havia apresentado modesta contribuição positiva para a taxa trimestral interanual no quarto trimestre de 2016 (0,2p.p.) e chegou em janeiro como uma contribuição de 1,4p.p.

A exportação apresentou crescimento trimestral de 1,7%, no trimestre findo em janeiro, em comparação ao mesmo trimestre em 2016. Esta variação atenuou a tendência de queda observada nos últimos trimestres. Todos os componentes da exportação apresentaram recuperação na comparação com o trimestre findo em dezembro.

A importação cresceu 8,2% no trimestre findo em janeiro, na comparação com igual período do ano anterior. Esta variação apresenta tendência consistente de retomada. Apesar dessa tendência positiva, o componente de ‘bens de capital’ ainda se encontra em patamar negativo com queda de 15,2% registrada no trimestre móvel findo em janeiro.

Chama-se a atenção para as novas séries divulgadas por este Monitor com os valores correntes e a preços de 1995. Verifica-se que em termos monetários, o PIB do mês de janeiro em valores correntes alcançou a cifra aproximada 520 bilhões, 231 milhões de reais.

(Redação – Agência IN)