Merck conclui aquisição da Sigma-Aldrich

  •  
Merck conclui aquisição da Sigma-Aldrich (Foto: Divulgação) Merck conclui aquisição da Sigma-Aldrich

A Merck anunciou ontem a conclusão da aquisição da Sigma-Aldrich por US$ 17 bilhões, criando uma das líderes globais na indústria de US$ 130 bilhões de Life Science.

A conclusão aconteceu após a aprovação da Comissão Europeia, realizada semana passada, última condição antitruste exigida para finalizar a transação com a Sigma-Aldrich. Após a aquisição, a Merck terá cerca de 50 mil funcionários em 67 países, trabalhando em 72 localidades de produção em todo o mundo. As vendas combinadas pro forma de Life Science para o ano de 2014 completo totalizaram € 4,6 bilhões. Conforme anunciado na publicação dos resultados do terceiro trimestre de 2015 em 12 de novembro, a Merck espera que as vendas representem entre € 12,6 bilhões e € 12,8 bilhões em 2015.

"A aquisição da Sigma-Aldrich marca o auge de quase uma década de transformação, afirmando que a Merck é uma empresa líder em ciência e tecnologia", disse Karl-Ludwig Kley, CEO e presidente da Merck. "Somos agora líderes na indústria de US$ 130 bilhões de Life Science e em conjunto com as nossas outras duas crescentes plataformas de Cuidados com Saúde e Performance Materials, a Merck está pronta para enfrentar os desafios globais que vão transformar profundamente o mundo em que vivemos."

A Merck realizou aquisições e alienações, totalizando € 38 bilhões na última década, evoluindo de fornecedor de produtos farmacêuticos e químicos para uma empresa de ciência e tecnologia com três áreas de negócios: Cuidados em Saúde, Life Science e Performance Materials, que funcionam como plataformas distintas para competir em seus mercados e promover inovações nestas indústrias.

Com a aquisição da Sigma-Aldrich, a Merck poderá servir os clientes de Life Science em todo o mundo com um conjunto altamente atraente de marcas estabelecidas, como SAFC e BioReliance, além de Millipore e Milli-Q, bem como uma cadeia de abastecimento eficiente que pode suportar a entrega de mais de 300 mil produtos. A empresa cobrirá todas as etapas da cadeia de produção de biotecnologia, criando um fluxo de trabalho completo de ponta a ponta com melhor serviço para o cliente, uma interface simplificada com o cliente e uma plataforma líder de distribuição.

"Este é um marco significativo na estratégia de longo prazo da Merck de investir em Life Science", afirmou Bernd Reckmann, Membro do Conselho Executivo encarregado dos negócios de Life Science e Peformance Materials da Merck. "A compra da Millipore em 2010 foi o primeiro grande passo nessa jornada, e com a conclusão da aquisição da Sigma-Aldrich vamos ganhar novo impulso para assegurar a nossa posição competitiva nesse espaço."

Para garantir uma integração harmoniosa, a Merck tem feito progressos significativos no planejamento do novo negócio, que será nomeado Merck em todo o mundo, com exceção dos Estados Unidos e Canadá, onde o negócio será nomeado MilliporeSigma. A futura organização explorará o talento como líder da indústria, legado de ambas as organizações, para promover o foco no cliente, inovação contínua e capacidade fortalecida.

"Com a aquisição completa, podemos agora começar a lidar com o desafio de solucionar alguns dos problemas mais complexos em Life Science, colaborando com a comunidade científica mundial e ajudando a aumentar o acesso aos cuidados com a saúde. Estamos muito animados para alavancar a excelência operacional comprovada de nossas organizações e oferecer soluções mais eficientes e inovadoras a uma base crescente de clientes", explicou Udit Batra, presidente e CEO do negócio de Life Science da Merck. "Projetamos a nova organização para aproveitar plenamente nossas capacidades combinadas, especialmente em operações de cadeia de suprimentos integrada, tecnologia da informação e comércio eletrônico."

A Merck criou as equipes de Marketing Estratégico e Inovação para promover e oferecer inovação adaptados às necessidades dos clientes de Life Science. Organizada em torno de três segmentos de clientes, essas equipes serão responsáveis pela definição da estratégia segmentada do cliente, portfólio e roteiro de produtos e proposta de valor do produto. O novo negócio tem áreas comerciais que serão geridas de acordo com a geografia para aproveitar a experiência regional e local. As áreas comerciais são responsáveis por marketing, vendas, bem como o relacionamento com clientes e revendedores.

A área comercial do negócio SAFC da Sigma-Aldrich fará parte do setor de negócios de Life Science da Merck, com exceção da SAFC Hitech, que será integrada à área de Performance Materials e irá operar como parte de sua unidade de negócios de circuitos integrados. A SAFC Hitech e Performance Materials oferecem tecnologias complementares, tornando natural a junção dessas duas empresas.

(Redação – Agência IN)