Lucro operacional da Henkel atinge € 3,496 milhões em 2018

  •  
Lucro operacional da Henkel atinge € 3,496 milhões em 2018 Foto: Divulgação

A Henkel divulgou seus lucros referentes ao ano de 2018, registrando crescimento orgânico de vendas no ano.

 

Principais destaques:

Vendas atingiram 19,9 bilhões de euros: impactadas por efeitos negativos da moeda de 1,1 bilhão de euros; crescimento orgânico de +2,4%

Crescimento no lucro operacional (EBIT): +1%, para 3.496 milhões de euros

Melhoria adicional da margem EBIT: +30 pontos percentuais para 17,6%

Lucro por ação preferencial (EPS): +2,7%, para 6,01 euros, em taxas de câmbio constantes +7%

Forte expansão do fluxo de caixa: +12,7%, para 1.917 milhões de euros

Pagamento de dividendos recorde: +3,4%, para 1,85 euro por ação preferencial

Ótimo progresso na implementação de prioridades estratégicas

Iniciativas de crescimento que destacam o comprometimento com o crescimento rentável

Düsseldorf - "Em 2018, obtivemos crescimento rentável na Henkel. Atingimos um bom crescimento orgânico com novas altas em ganhos e lucratividade. Também aumentamos significativamente o fluxo de caixa livre. Ao mesmo tempo, nos deparamos com significativos efeitos negativos do câmbio, bem como aumento dos preços de materiais diretos. O bom desempenho geral dos negócios foi, outra vez, impulsionado pelas nossas marcas bem-sucedidas e tecnologias inovadoras - líderes em mercados e categorias altamente atrativos. Nosso crescimento rentável foi complementado pelas contribuições de aquisições nos nossos segmentos de produtos industriais e de consumo. Mantivemos nossa rígida disciplina de custos e melhoramos continuamente nossa eficiência", disse Hans Van Bylen, CEO da Henkel.

"Realizamos um progresso significativo na execução das nossas prioridades estratégicas até 2020 e além. Implementamos com sucesso as iniciativas estratégicas principais e melhoramos ainda mais a nossa competitividade. Para identificar novas oportunidades de crescimento, principalmente no segmento de bens de consumo, e acelerar ainda mais a transformação digital da nossa empresa, anunciamos em janeiro o aumento dos investimentos para aproximadamente 300 milhões de euros por ano a partir de 2019", afirmou Hans Van Bylen. "Nossa ambição financeira de médio a longo prazo enfatiza o nosso compromisso de proporcionar crescimento rentável sustentável e retornos atrativos".

Com reflexo no aumento dos investimentos de crescimento a partir de 2019, a Henkel espera um crescimento orgânico de vendas entre 2% e 4% no presente ano fiscal. Para a margem EBIT ajustada, a Henkel espera um intervalo de 16% a 17% e um desenvolvimento do EPS ajustado na faixa dos 5% abaixo do ano anterior em taxas de câmbio constantes.

Nominalmente, as vendas no ano fiscal de 2018 apresentaram ligeira queda de 0,6%, para 19.899 milhões de euros. As mudanças no câmbio tiveram um efeito negativo geral de cerca de 1,1 bilhão de euros, ou -5,4%, nas vendas. Ajustadas para efeitos cambiais, as vendas cresceram em 4,8%. Aquisições e desinvestimentos representaram um crescimento de vendas de 2,4%. As vendas orgânicas, que excluem o impacto dos efeitos cambiais e de aquisições/desinvestimentos, apresentaram um bom aumento de 2,4%.

A unidade de negócios Adhesive Technologies proporcionou um forte crescimento orgânico de vendas de 4%. Organicamente, as vendas da unidade de negócios Beauty Care foram 0,7% inferiores em relação ao ano anterior. A unidade de negócios de Laundry & Home Care relatou um bom aumento de 1,9% nas vendas orgânicas.

Os mercados emergentes novamente tiveram um aumento muito forte nas vendas orgânicas, de 6,3%. Os mercados maduros registraram um desempenho ligeiramente negativo das vendas orgânicas de -0,4%.

As vendas cresceram organicamente em todas as regiões, com exceção à América do Norte. Na Europa Oriental, as vendas apresentaram um aumento orgânico positivo de 0,3%. Na Europa Ocidental, as vendas cresceram organicamente 7,6%. África/Oriente Médio apresentaram crescimento orgânico de vendas de 11,3%. As vendas na América do Norte foram organicamente 1% abaixo do nível do ano anterior. Tal desenvolvimento ocorreu em função das dificuldades de entrega nos negócios de bens de consumo norte-americanos da Henkel no início de 2018. Nessa região, os negócios de Adhesive Technologies apresentaram um forte desempenho, enquanto os de Professional Hair Care tiveram um crescimento significativo nessa região. A América Latina atingiu um crescimento orgânico de vendas de 9,3% e, na região Ásia-Pacífico, as vendas cresceram organicamente em 0,9%.

O lucro operacional ajustado (EBIT) melhorou em 1%, para 3.496 milhões de euros, um novo recorde para a Henkel.

O retorno sobre as vendas ajustado (EBIT) aumentou 0,3 ponto percentual, para 17,6%. Esta também foi uma nova alta histórica para a companhia.

O resultado financeiro totalizou -65 milhões de euros após os -67 milhões de euros³ no ano fiscal de 2017.

O lucro líquido ajustado do ano após as participações minoritárias aumentou 2,8%, para 2.604 milhões de euros (2017: 2.534 milhões de euros).

Os lucros ajustados por ação preferencial (EPS) cresceram 2,7%, de 5,85 para 6,01 euros. Em taxas de câmbio constantes, o crescimento do EPS atingiu 7%.

O Conselho de Administração, o Conselho Fiscal e o Comitê de Acionistas vão propor à Assembleia Geral Anual, de 8 de abril de 2019, um aumento do dividendo por ação preferencial de 3,4%, para 1,85 euro (ano anterior: 1,79 euro). O dividendo proposto por ação ordinária é de 1,83 euro, um aumento de 3,4% em relação ao ano anterior (1,77 euro). Esse seria o maior pagamento de dividendos na história da companhia, equivalente a uma relação de pagamento de 30,9%.

O capital de giro líquido como porcentagem das vendas atingiu 5,1%, apresentando uma boa melhora ao longo do ano, especialmente no segundo semestre, quase atingindo o nível do mesmo período do ano anterior (4,8%).

A posição financeira líquida encerrou o ano em -2.895 milhões de euros (31 de dezembro de 2017: -3.222 milhões de euros3). A mudança em relação ao fim do ano anterior ocorreu principalmente em função do forte desenvolvimento do fluxo de caixa livre.

3 Números do ano anterior alterados (principalmente devido a uma mudança nas políticas contábeis de acordo com as normas IFRS)

A unidade de negócios Adhesive Technologies gerou um forte crescimento orgânico de vendas de 4% no ano fiscal de 2018. Em termos nominais, as vendas cresceram 0,2%, para 9.403 milhões de euros. O lucro operacional ajustado aumentou 1,6%, para 1.761 milhões de euros. O retorno sobre as vendas ajustado cresceu 0,2 ponto percentual, atingindo 18,7%.

O desenvolvimento de vendas orgânicas na unidade de negócios Beauty Care foi ligeiramente negativo em -0,7% no ano fiscal de 2018. Nominalmente, as vendas cresceram 2,1%, para 3.950 milhões de euros. O lucro operacional ajustado cresceu 1,6%, para 675 milhões de euros. O retorno sobre as vendas ajustado ficou ligeiramente abaixo do nível do ano anterior, atingindo 17,1%.

A unidade de negócios Laundry & Home Care gerou um bom crescimento orgânico de vendas de 1,9% no ano fiscal de 2018. Nominalmente, as vendas chegaram a 6.419 milhões de euros após os 6.651 milhões do ano anterior. O lucro operacional ajustado teve um ligeiro aumento em 0,7%, para 1.162 milhões de euros. O retorno sobre as vendas ajustado apresentou forte crescimento de 0,5 ponto percentual e atingiu 18,1%.

(Redação - Investimentos e Notícias)