Lucro líquido do Banco Votorantim cresce 87,5% no 1S18

  •  
Lucro líquido do Banco Votorantim cresce 87,5% no 1S18 Foto: Divulgação Lucro líquido do Banco Votorantim cresce 87,5% no 1S18

O lucro líquido do Banco Votorantim no primeiro semestre de 2018 cresceu 87,5% em relação ao mesmo período de 2017, atingindo R$ 511 milhões. O resultado confirma o ROE (Retorno sobre Patrimônio Líquido) em patamar de dois dígitos, que atingiu 11,6% nos primeiros seis meses deste ano, 5 pontos percentuais acima do registrado no mesmo período do ano passado.

“Comemoramos o resultado positivo do primeiro semestre, confirmando ROE de dois dígitos em virtude do avanço bem-sucedido do nosso plano estratégico, baseado na rentabilização dos negócios, diversificação das receitas e aumento da eficiência operacional, investindo de forma contínua na transformação digital direcionada a melhorar a experiência de nossos clientes. Seguimos fortalecendo nossa capacidade analítica e infraestrutura tecnológica, o que nos permite ser mais ágeis e eficientes na gestão dos negócios”, diz o presidente do Banco Votorantim, Elcio Jorge dos Santos.

O total de receitas, que considera a somatória da margem bruta e receitas de serviços, tarifas e corretagem de seguros, cresceu 8,9% na comparação entre o primeiro semestre de 2018 versus 2017. O volume de originação de financiamentos de veículos somou R$ 8,1 bilhões no 1S18, sendo 90% referente a veículos leves usados, reafirmando a liderança da BV nesse mercado.

As despesas com Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) e impairments reduziram 25,8% na comparação do primeiro semestre de 2018 com igual período de 2017, reflexo da menor inadimplência, tanto nos segmentos de Atacado quanto de Varejo. O índice de inadimplência consolidado caiu para 4,0% em junho de 2018, 0,4 ponto percentual abaixo do mesmo mês de 2017. O Índice de Cobertura (acima de 90 dias) alcançou 184% ao final de junho de 2018, ante 158% em junho de 2017.

As despesas de pessoal e administrativas cresceram 3,6% no comparativo semestral (abaixo da inflação), reflexo, principalmente, do maior volume de negócios em 2018. O rígido controle de custos contribuiu para melhorar o Índice de Eficiência dos últimos 12 meses, que reduziu para 32,9% em junho de 2018 ante 36,0% em junho de 2017.

Em junho de 2018, o Índice de Basileia foi de 16,0% – acima do mínimo regulatório de 10,5%, sendo: (i) 12,8% referente ao Capital Nível I, que consiste no somatório do Capital Principal (10,8%) e Capital Complementar (1,9%).

No segmento do Atacado, o banco ampliou a oferta de serviços de cash management e lançou um novo Internet Banking, propiciando uma nova experiência digital, simplificando a gestão dos produtos e incorporando desenvolvimentos específicos para atender as necessidades dos clientes.

A diversificação de negócios é um dos principais pilares do plano estratégico do Banco Votorantim. No primeiro semestre de 2018, uma parceria comercial com a Neon Pagamentos foi assinada, com o Banco assumindo os serviços de custódia e movimentação das contas de pagamentos dos clientes da Neon.

“Após o restabelecimento dos serviços da Neon Pagamentos, avançamos na definição de uma agenda de inovação que nos permitirá capturar sinergias e oferecer soluções do Banco Votorantim na plataforma da Neon”, explica Elcio Jorge dos Santos.

Novo posicionamento BV
No primeiro semestre, o Banco Votorantim apresentou o reposicionamento da sua marca de varejo BV, com o lançamento de nova logomarca e o slogan “crédito para quem acredita”. Essa mudança reflete a consolidação do posicionamento do Varejo, que vem trabalhando na ampliação da oferta de soluções de crédito e dos canais de distribuição para aproximar a marca ainda mais dos parceiros e clientes.

Foi lançado um novo site para o cliente final, mostrando a visão integrada dos produtos em um único ambiente, e um aplicativo para facilitar o dia a dia dos lojistas de veículos na formalização de propostas de financiamento. As lojas físicas da BV, presentes em 22 Estados no país, foram reformadas dentro de um novo conceito de design para atendimento presencial aos clientes.

(Redação - Investimentos e Notícias)