Lucro líquido da Telefônica Brasil recua 21,6% no 2T20

  •  
Lucro líquido da Telefônica Brasil recua 21,6% no 2T20 Foto: Divulgação

A Telefônica Brasil anunciou seus resultados referentes ao 2T20. A companhia de telecomunicação registrou queda de 21,6% em seu lucro líquido, ante o mesmo período de 2019, ficando em R$ 1,11 bilhão.

A receita total da empresa apresentou queda de 5%, ficando em R$ 10,31 bilhões. O total de acessos, incluindo móveis e fixos, caiu 2,5%, para 92 milhões.

No entanto, a participação de mercado no segmento de telefonia móvel avançou para 33%, sendo o maior percentual registrada nos últimos 14 anos. O segmento de fibra óptica cresceu 31,9% em número de clientes, com 210 mil adições no segundo trimestre.

Embora o segmento de telefonia móvel tenha crescido 0,9% no número de acessos, para 74 milhões, a receita da divisão recuou 5,1%, para R$ 6,62 bilhões. Já na divisão de negócios fixos, que incluem conexões de internet, telefone fixo e televisão por assinatura, a base total de acessos somou 17,603 milhões, com redução de 14,6% em relação ao segundo trimestre de 2019. A receita apresentou queda de 5,1%.

Segundo a Telefônica Brasil, o Ebitda registrou R$ 4,10 bilhões, uma redução de 3,8% em relação ao mesmo período no ano anterior.

A companhia conseguiu reduzir em 69% suas despesas financeiras, para R$ 75 milhões, com a redução do endividamento líquido ao longo do ano e atualização monetária de processos judiciais no período.

A empresa anunciou também a aprovação pelo conselho de um novo programa de recompra de ações. Serão recompradas até 583.558 ações ordinárias e de 37.736.954 ações preferenciais. A data limite do programa é 27 de janeiro de 2022.

(Redação - Investimentos e Notícias)