Lucro líquido da CSU atinge R$ 8,0 milhões no 3T19

  •  
Lucro líquido da CSU atinge R$ 8,0 milhões no 3T19 Foto: Divulgação Lucro líquido da CSU atinge R$ 8,0 milhões no 3T19

A CSU, empresa líder no mercado brasileiro de prestação de serviços de alta tecnologia voltados ao consumo, relacionamento com clientes, processamento e transações eletrônicas, anunciou os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2019 (3T19). 

Com EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 27,7 milhões -- 22,7% superior ao trimestre anterior -- a CSU obteve também uma expansão do Lucro Líquido, que atingiu $ 8,0 milhões no período e registrou um crescimento substancial de 73,7% em relação ao 2T19. Já no acumulado do ano, a Companhia acumula uma Receita Bruta de R$ 355,2 milhões.

Com crescimento orgânico da base de cartões, novos contratos, redução de custos e ganhos de produtividade que refletem nos números, a Companhia está otimista para os próximos meses. “Obtivemos resultados bastante consistentes neste terceiro trimestre, com evolução dos principais indicadores operacionais e financeiros, mesmo considerando o processo de reestruturação do quadro de colaboradores da Companhia, ocorrido no segundo trimestre e que gerou despesas pontuais decorrentes de gastos rescisórios naquele período. Com a expansão das operações voltadas ao digital, a intensificação do uso de tecnologias na prestação de serviços e um portfólio cada vez mais completo com soluções inteligentes a serem ofertadas aos nossos clientes, reafirmamos a nossa confiança quanto a evolução na entrega de resultados e na geração de valor aos nossos acionistas”, diz Ricardo Ribeiro Leite, CFO da CSU.

Com um crescimento de 12,1% nos últimos doze meses e de 4,3% no trimestre, a CSU.CardSystem, responsável pelas atividades de processamento e administração de meios eletrônicos de pagamento, atingiu uma Receita Bruta de R$ 65,5 milhões neste trimestre, refletindo o amadurecimento dos contratos firmados. Com 21,4 milhões de cartões cadastrados e 15,7 milhões de cartões faturados, a Divisão tem avançado por meio de parcerias estratégicas com novos clientes. A CardSystem também vem contribuindo junto ao Banco Central, participando, ativamente, no grupo de trabalho criado para tratar de questões relacionadas ao sistema de pagamentos instantâneos.

A CSU.MarketSystem -- provedora de soluções de marketing de relacionamento, programas de fidelidade (loyalty) e incentivo -- registrou recorde de volume financeiro transacional de R$ 74,8 milhões no trimestre, com expansão de 8,8% na comparação anual, adicionando novos parceiros comerciais à plataforma OPTe+ e ampliando a oferta de produtos e serviços disponíveis para resgate.

Já a Divisão ITS, especializada na terceirização de serviços de TI, que permanece focada em sua consolidação no mercado de terceirização de TI e cloud computing, tem investido na ampliação da oferta de serviços e produtos diferenciados no mercado de TI e Data Center, gerando tração comercial para que novos contratos sejam firmados e para que os atuais sejam expandidos.

“Com os novos serviços agregados, a CSU.ITS entrega desde a consultoria para adequação do desenvolvimento e operações aos novos conceitos, até a transformação efetiva e gestão dos ambientes utilizando os principais recursos disponíveis no mercado, sempre garantindo o máximo de disponibilidade e segurança para os ambientes de missão crítica”, explica Ricardo Ribeiro Leite.

A CSU.Contact, especializada na prestação de serviços de relacionamento com o cliente por meio de posições de atendimento humano ou canais digitais, assim como as outras Divisões, também obteve crescimento, encerrando o trimestre com uma média de 1.916 posições de atendimento (PAs) faturadas, aumento de 1,6% em relação ao 2T19, com expressiva ampliação da rentabilidade por PA.

“Seguimos com alta velocidade de prospecção de novos clientes e, até o final de setembro, foram contratadas mais de 500 posições, muitas ainda em fase de implantação. Com operações mais complexas e maior número de interações digitais, garantindo uma rentabilidade superior em relação às operações tradicionais de call center, firmamos novos contratos com grandes empresas”, conta o CFO da CSU, afirmando que o amplo reconhecimento do mercado tem sido comprovado por novas premiações recebidas pelas operações dos nossos clientes ao longo de 2019 como Smart Customer, Prêmio ABT e Best Performance.

(Redação - Investimentos e Notícias)