Lucro líquido ajustado do Bradesco cresce 13% no 1º trimestre

  •  
Lucro líquido ajustado do Bradesco cresce 13% no 1º trimestre Foto: Divulgação Lucro líquido ajustado do Bradesco cresce 13% no 1º trimestre

O Banco Bradesco teve lucro líquido ajustado no primeiro trimestre de 2017 de R$ 4,648 bilhões (aumento de 13,0% em relação ao lucro líquido ajustado de R$ 4,113 bilhões do primeiro trimestre de 2016), correspondendo a R$ 3,19 por ação e rentabilidade de 18,3% sobre o patrimônio líquido médio ajustado.

Quanto à origem, o lucro líquido ajustado é composto por R$ 3,274 bilhões provenientes das atividades financeiras, correspondendo a 70,4% do total, e por R$ 1,374 bilhão gerado pelas atividades de seguros, previdência e capitalização, representando 29,6% do total.

Em março de 2017, o valor de mercado do Bradesco era de R$ 178,208 bilhões, apresentando evolução de 24,0% em relação a março de 2016.

Os ativos totais, em março de 2017, registraram saldo de R$ 1,294 trilhão, crescimento de 17,5% em relação ao saldo de março de 2016. O retorno sobre os Ativos Totais Médios foi de 1,4%.

A carteira de crédito expandida, em março de 2017, atingiu R$ 502,714 bilhões, com aumento de 8,5% em relação ao saldo de março de 2016. As operações com pessoas físicas totalizaram R$ 171,820 bilhões (crescimento de 16,3% em relação a março de 2016), enquanto as operações com pessoas jurídicas atingiram R$ 330,894 bilhões (aumento de 4,9% em relação a março de 2016).

Os recursos captados e administrados somaram R$ 1,944 trilhão, um crescimento de 22,3% em relação a março de 2016.

O patrimônio líquido, em março de 2017, somou R$ 104,558 bilhões, 12,0% superior a março de 2016. O Índice de Basileia III, apurado com base no Conglomerado Prudencial, registrou 15,3%, sendo 12,0% de Capital Nível I.

(Redação - Agência IN)