Lucro do BTG Pactual alcança R$ 685 milhões no 2T18

  •  
Lucro do BTG Pactual alcança R$ 685 milhões no 2T18 Foto: Divulgação Lucro do BTG Pactual alcança R$ 685 milhões no 2T18

O lucro líquido ajustado do Banco BTG Pactual (B3:BPAC11) atingiu R$ 685,1 milhões no segundo trimestre de 2018, o que representa um crescimento de 13,6% sobre o mesmo período do ano passado. As receitas totais somaram R$ 1,238 bilhão, em alta de 45,3% se comparadas ao segundo trimestre de 2017. O índice de Basileia fechou o trimestre em 17,3%, alta de 1.0% principalmente em função da redução da nossa exposição a risco de mercado, e o retorno sobre o patrimônio líquido ficou em 14,5%.

Em 30 de junho de 2018, os ativos totais do BTG Pactual somavam R$ 157,4 bilhões, após crescimento de 32,2% sobre o mesmo trimestre de 2017. O total de ativos sob gestão (AuM e AuA) apresentou expressivo crescimento de 33,2% comparado ao segundo trimestre do ano passado, alcançando R$ 170,4 bilhões. Em Wealth Management, o indicador WuM (wealth under management) somou R$ 107,3 bilhões no segundo trimestre de 2018 31,3% maior do que no segundo trimestre do ano passado – o WuM já está 7,1% acima do máximo atingido anteriormente. O BTG Pactual digital contribuiu para esse resultado e continua ganhando força, especialmente com a aquisição da Network Partners, em junho, e o lançamento da plataforma para assessores autônomos de investimento. As receitas de Asset Management aumentaram 38,8% e de Wealth Management 38,2%, quando comparadas ao mesmo período do ano anterior.

O desempenho do segundo trimestre também foi muito forte em Investment Banking, com crescimento de 90,7% nas receitas em relação ao primeiro trimestre, para R$ 209,9 milhões. Esse resultado ficou 129,1% acima da média de todos os trimestres de 2017, e é recorde para um único trimestre. Os empréstimos corporativos, por sua vez, geraram receitas de R $ 233,8 milhões e a carteira cresceu R$ 3,5 bilhões, para R$ 26,1 bilhões, em comparação ao primeiro trimestre de 2018.

O lucro líquido ajustado por ação foi de R$ 0,78 e o retorno ajustado anualizado sobre o patrimônio líquido médio ("ROAE anualizado") alcançou 14,5% no trimestre encerrado em 30 de junho de 2018.

“Estamos muito satisfeitos com a direção do nosso negócio. Tivemos crescimento expressivo em diversas áreas, com destaque para as atividades de Asset e Wealth Management e de Investment Banking. Também continuamos expandindo nossa carteira de créditos de maneira muito rentável e permanecemos com capitalização adequada para suportar ainda mais crescimento para o nosso negócio”, afirma Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual.

(Redação - Investimentos e Notícias)