Locaweb registra lucro líquido de R$ 12 milhões no 2T20

  •  
Locaweb registra lucro líquido de R$ 12 milhões no 2T20 Foto: Divulgação Locaweb registra lucro líquido de R$ 12 milhões no 2T20

A Locaweb (LWSA3), uma das empresas pioneiras em soluções Business to Business (B2B) para transformação digital de negócios no Brasil, divulgou que no segundo trimestre de 2020 registrou lucro líquido ajustado de R$ 12 milhões, alta de 147,8% em comparação ao segundo trimestre de 2019.

"Pavimentamos um caminho ao longo dos últimos anos para apoiar na transformação digital do Brasil e hoje estamos suportando toda essa tendência", afirma Fernando Cirne, CEO da Locaweb, que com 22 anos de história conta com mais de 1.500 funcionários, cerca de 400 mil clientes, 19 mil desenvolvedores parceiros. "É com satisfação que apresentamos ao mercado os resultados do segundo trimestre de 2020. O período foi novamente marcado por um consistente crescimento em todas as nossas linhas de negócio. Mantivemos nossa estratégia de expansão de vendas de novas lojas no segmento de Commerce, sem perder o foco nos segmentos de Be Online / SaaS".

No segmento de Commerce, a qualidade da nossa plataforma somada ao completo ecossistema com mais de 170 integrações, contribuiu para o aumento de vendas dos clientes e se refletiu na expansão de GMV de triplo dígito no 2T20 (+105% vs 2T19). Seguindo a tendência do mês de março, quando o GMV apresentou sinais de crescimento mais acelerado no final do mês, visualizamos um crescimento do GMV de 80% no mês de abril, 114% no mês de maio e 122% no mês de junho, fazendo com que a soma do GMV dos últimos seis meses encerrados em junho/20 atingisse R$ 2,86 bilhões

Em adição de novas lojas, a empresa registrou novamente o melhor trimestre da história da operação de Commerce. No segundo trimestre de 2020, houve expansão de 274% quando comparado ao quarto trimestre de 2019, enquanto o mês de junho apresentou crescimento de 282% em comparação a média mensal do último trimestre de 2019. "Com esse volume de novos entrantes, a empresa fortalece sua posição como maior, melhor e mais eficiente ferramenta para digitalização das PMEs no Brasil. Os dados de julho reforçam que, mesmo com a reabertura do comércio em algumas cidades, não vemos nenhum sinal de queda na adição de novas lojas, bem como no GMV", afirma Cirne.

A empresa constrói com isso um próspero caminho para um grande crescimento nos próximos anos, uma vez que o ticket médio dos novos clientes é multiplicado por sete ao longo dos três anos seguintes, até atingir o gasto médio da base. No 2T20, a Receita Líquida do segmento de Commerce correspondeu a 27,9% da Receita Líquida total do grupo, um crescimento de 7,4 p.p. quando comparado a participação de 20,5% do segmento no 2T19. Já o EBITDA da Commerce correspondeu a 45,1% do EBITDA total do Grupo (em relação a 30,2% no 2T19).

As vendas do segmento de BeOnline / SaaS também aceleraram em relação ao trimestre anterior (1T20). Desde janeiro de 2020, as vendas cresceram 24% em comparação ao mesmo período de 2019. Destaque para os seguintes produtos: Portfólio de Hospedagem, Cloud VPS, Criador de Sites e All In Cloud Marketing. A Delivery Direto, que desenvolve aplicativos para restaurantes, continua apresentando incremento de vendas (adição de novos clientes) superior a 4 vezes. A plataforma também conquistou clientes de grande porte como grandes redes de restaurantes e de comércio de alimentos, que optaram pelo app próprio de delivery para garantirem proximidade com os seus clientes e melhores taxas para esse tipo de operação.

Complementando a análise dos impactos da Covid, conforme antecipamos na divulgação de resultados do 4T19 e 1T20, criamos um comitê de crise, formado pelos principais diretores da Locaweb, que avaliou e continua avaliando diariamente o cenário do novo Coronavírus. Por já estarmos estruturados para o trabalho remoto, a pandemia não afetou a produtividade e desenvolvimento das nossas operações, que continuaram em ritmo acelerado nesse período, preparando a Companhia para ajudar as PMEs nesse acelerado processo de digitalização.

"Temos uma estratégia clara e um pipeline robusto de fusões e aquisições", afirma Rafael Chamas, CFO da Locaweb. " Os recursos obtidos por meio do IPO serão essencialmente utilizados para novas aquisições. Já estamos avaliando diversas empresas em segmentos nos quais atuamos e também complementares. Além disso, continuamos com os mesmos princípios que nortearam todas as aquisições que já realizamos: startups e empresas com receita recorrente, produtos consolidados, time de alta qualidade e alto potencial de cross-sell com os produtos da Locaweb e retenção dos fundadores", afirma Chamas.

(Redação - Investimentos e Notícias)