Localiza registra lucro de R$159,9 milhões no 3T18

  •  
Localiza registra lucro de R$159,9 milhões no 3T18 Foto: Divulgação

No 3T18, a Localiza continuou apresentando forte ritmo de crescimento e alcançou expansão de margem EBITDA nas duas divisões de negócios, Aluguel de Carros e Gestão de Frotas. A empresa superou a marca de 220 mil carros na plataforma e o Seminovos bateu recorde no volume de vendas, superando 30 mil carros vendidos no trimestre.

Na divisão de Aluguel de Carros, a frota média alugada cresceu 36,0% em relação ao 3T17, contribuindo para o aumento de 34,9% na receita líquida. Na Gestão de Frotas, a frota média alugada subiu 20,6% com aumento de 15,3% na receita líquida. Nessa divisão, o ambiente de menores taxas de juros permite praticarmos tarifas menores, com manutenção da rentabilidade.

O Seminovos, área de eficiência da Companhia, acelerou o volume de vendas no 3T18, em consequência das maiores compras no 3T17. Foram vendidos 30.084 carros, com preços médios 7,5% superiores em relação ao mesmo período do ano passado para os carros desativados do Aluguel de Carros e 6,0% para os carros desativados da Gestão de Frotas. A abertura de novas lojas e a eficiência dos canais de venda permitiram o aumento do volume vendido com a manutenção das despesas operacionais estáveis em percentual da receita de Seminovos.

A empresa concluiu, no 3T18, a emissão de R$1 bilhão em debêntures, sendo R$200 milhões na série de 5 anos e 4 meses com taxa de 107,9% do CDI e R$800 milhões na série de 8 anos com taxa de 112,3% do CDI. Essa emissão reforça a vantagem competitiva da Localiza no acesso ao mercado de capital com prazos e custos diferenciados. O nível de alavancagem se manteve estável em 3,1x Dívida Líquida/EBITDA.

Outro destaque foi a nomeação de Paulo Veras para o Conselho da Companhia. O novo membro independente do Conselho da companhia traz competências adicionais para a Administração da Localiza no que diz respeito à mobilidade e inovação, segundo informações da empresa.

No 3T18, a frota média alugada da divisão de Aluguel de Carros apresentou crescimento de 36,0% em relação ao 3T17. Na mesma base de comparação, a receita líquida cresceu 34,9%, com uma redução de 2,2% na diária média.

Nos 9M18, o volume cresceu 44,8% e a receita líquida aumentou 40,8%, quando comparada ao mesmo período do ano anterior, em razão da redução de 4,6% na diária média.

A redução nas tarifas médias no 3T18 e 9M18 refletem o mix de negócios e a flexibilidade na precificação em razão dos juros mais baixos. Nesse trimestre, houve melhoria na tendência de preços em relação ao trimestre anterior e redução do ritmo de queda da tarifa média em relação ao ano anterior.

A gestão eficiente do ativo,somada à forte demanda pelo aluguel, contribuiu para a manutenção da taxa de utilização em 81,1%, estável em relação ao 3T17, mas com ganho relevante em relação ao 2T18, trimestre impactado pelo efeito da greve dos caminhoneiros.

No ano, a rede própria foi ampliada em 11 agências, passando de 384 em 31/12/2017 para 395 em 30/09/2018, incluindo 5 agências anteriormente operadas por franqueados.

No final do 3T18, o sistema Localiza possuía 583 agências, sendo 522 no Brasil e 61 em outros 5 países da América do Sul. A redução de agências fora do Brasil reflete o ajuste na rede de franqueados na Argentina e Chile.

No 3T18, a divisão de Gestão de Frotas apresentou crescimento de 20,6% na frota média alugada e 15,3% na receita em relação ao mesmo período do ano anterior, reflexo da redução de 6,0% na diária média. Nos 9M18, houve aumento de 21,3% na frota média alugada e 16,0% na receita líquida dessa divisão, em função da queda de 5,9% na diária média.

A queda na diária média da divisão de Gestão de Frotas reflete principalmente a renovação dos contratos que vem sendo precificados em um contexto de menores taxas de juros quando comparadas aos anos anteriores.

No 3T18, a receita líquida consolidada apresentou crescimento de 32,6% quando comparada ao 3T17. As receitas líquidas de aluguéis apresentaram aumento de 29,2%, sendo 34,9% na divisão de Aluguel de Carros e 15,3% na divisão de Gestão de Frotas, mesmo com a forte base de comparação do 3T17.

A receita líquida do Seminovos no 3T18 cresceu 35,2% quando comparada ao mesmo período do ano anterior, devido ao crescimento de 25,7% no volume de vendas com preços médios 7,5% superiores na divisão de Aluguel de Carros e 6,0% na divisão de Gestão de Frotas.

Nos 9M18, a receita líquida consolidada apresentou crescimento de 32,7% quando comparada ao 9M17. As receitas líquidas de aluguéis apresentaram aumento de 33,3% e a receita líquida de Seminovos cresceu 32,2%.

No 3T18, o EBITDA consolidado totalizou R$396,2 milhões, 19,2% maior que o mesmo período do ano anterior.

A margem EBITDA da divisão de Aluguel de Carros ficou em 35,1% no 3T18, representando aumento de 2,9 p.p. em relação ao 3T17, devido a excelência operacional e gestão de custos.

Na divisão de Gestão de Frotas, a margem EBITDA ficou em 66,7% no 3T18, maior em 3,3 p.p. quando comparada ao 3T17, em função da melhor gestão de custos e despesas, assim como da menor idade média da frota.

A margem EBITDA do Seminovos no 3T18 foi de 2,1%, refletindo a redução da depreciação na divisão de Aluguel de Carros que ocorreu nos últimos trimestres, fazendo com que o custo depreciado dos veículos vendidos (book value) estivesse mais próximo do preço de venda dos carros.

(Redação - Investimentos e Notícias)