Irani apresenta EBITDA ajustado de R$ 178,3 milhões em 2018

  •  
Irani apresenta EBITDA ajustado de R$ 178,3 milhões em 2018 Foto: Divulgação

A Irani, uma das principais indústrias brasileiras dos segmentos de Papel para Embalagens e Embalagem de Papelão Ondulado, registrou aumento de 8,6% na receita líquida de 2018, atingindo R$ 932,8 milhões, o que reflete o melhor desempenho da receita no mercado externo dos segmentos Papel para Embalagem e Florestal RS e Resinas.

 

Em 2018, o volume de vendas do segmento Embalagem de Papelão Ondulado teve redução de 5,7%, quando comparado a 2017, totalizando 182,3 mil toneladas no ano de 2018. Em contrapartida, as vendas do segmento de Papel para Embalagens aumentaram 7,7%, para 95,9 mil toneladas. Em Resinas, houve crescimento de 9,6%, alcançando 13,1 mil toneladas.

A Irani registrou lucro bruto com crescimento de 16,5% e alcançou R$ 263,1 milhões, em 2018 quando comparado com 2017, reflexo, principalmente, da redução de custo das aparas e dos custos fixos estáveis.

O Lucro líquido foi de R$ 3,0 milhões em 2018, revertendo prejuízo de R$ 108,2 milhões em 2017, resultado impactado pelo aumento de receita na comparação anual e pelo melhor desempenho em custos e despesas, além do reconhecimento, em 2017, de provisões tributárias, perdas no recebimento de créditos não recorrentes e não reconhecimento de impostos e contribuições ativas sobre prejuízo fiscal daquele exercício.

A geração operacional de caixa, medida pelo EBITDA ajustado, totalizou R$ 178,3 milhões em 2018, alta de 15,4% diante do ano anterior, com margem de 19,1%. O resultado de 2018 poderia ter sido ainda melhor não fosse o impacto negativo de R$ 5,6 milhões devido à greve dos caminhoneiros ocorrida no mês de maio.

O indicador dívida líquida/EBITDA foi de 3,88 vezes em dezembro de 2018, contra 4,44 vezes no fim de 2017. A variação se deve especialmente pelo aumento do EBITDA no ano de 2018. Excluindo da dívida líquida a variação cambial registrada como hedge accounting, a relação dívida líquida/EBITDA seria de 2,96 vezes.

Ao fim de dezembro, o saldo de caixa consolidado da Irani totalizou R$ 132,2 milhões, sendo 65% da dívida em longo prazo.

Sobre a Irani - Fundada em 1941 e controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional Grupo Empresarial da Região Sul do País, a Irani é hoje uma das líderes do setor de Embalagens de Papelão Ondulado no Brasil, além de ser referência no setor de Papel para Embalagens (rígidas e flexíveis).

Com produção integrada, florestas próprias, energia autogerada e máquinas e equipamentos constantemente atualizados, a IRANI produz papéis para embalagens, chapas e embalagens de papelão ondulado, resinas de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade e competitividade.

A Irani possui seis unidades de negócios: Papel para Embalagens – Vargem Bonita (SC) e Santa Luzia (MG), Embalagem PO – Vargem Bonita (SC), Indaiatuba e São Paulo (SP) e Resinas – Balneário Pinhal (RS), além de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC). Empresas controladas pela IRANI: Habitasul Florestal S.A., HGE – Geração de Energia Sustentável S.A. e Irani Geração de Energia Sustentável Ltda (que estão em fase de avaliação de projetos eólicos para implementação) em Porto Alegre (RS) e Iraflor Comércio de Madeiras Ltda em Vargem Bonita (SC).

(Redação - Investimentos e Notícias)