Indicadores financeiros do Grupo Fleury atingem marca histórica

  •  
Indicadores financeiros do Grupo Fleury atingem marca histórica (Foto:Divulgação) Indicadores financeiros do Grupo Fleury atingem marca histórica

O Grupo Fleury obteve recorde histórico nas linhas de Receitas Bruta e Líquida, Lucro Líquido, EBITDA e Fluxo de Caixa Operacional no segundo trimestre de 2016, reflexo da demanda consistente por seus serviços. 

A Receita Bruta atingiu R$ 577,1 milhões, uma expansão de 9,8%, excluído o efeito da venda das cinco unidades de Labs a+ ocorrida em outubro de 2015, em cumprimento ao termo firmado com o CADE. A Receita Líquida atingiu R$ 525,1 milhões no mesmo trimestre, alta de 10,8% na comparação com 2T15, também excluindo o efeito das unidades do CADE. 

O Lucro Líquido atingiu R$ 46,1 milhões, o que representou crescimento de 40,2% em relação ao mesmo período do ano passado. 

O EBITDA foi de R$ 122 milhões, representando crescimento de 24,1% em relação a igual período de 2015 (R$ 98,4 milhões), resultando em uma margem EBITDA de 23,2% no 2T16, o que equivale a um crescimento de 2,7 pontos percentuais se comparado com igual trimestre do exercício anterior. Outro indicador de destaque é o Fluxo de Caixa Operacional, que atingiu no segundo trimestre de 2016 a marca histórica de R$ 162,5 milhões, uma expansão expressiva em relação ao mesmo período do ano passado: 42%. 

Em todos os segmentos que atua, o Grupo Fleury tem realizado esforços para aumentar o fluxo de clientes, com a implantação de várias ações estratégicas que visam a maximizar a captura da demanda. Essa expansão foi principalmente nas marcas regionais a+ Medicina Diagnóstica, Weinmann e Diagnoson a+. Entre outras iniciativas, destacam-se a abertura de novas agendas para exames de imagem e a melhor utilização na capacidade instalada de análises clínicas, o que tem garantido a maior eficiência dos ativos, demonstrado pela alta de 19,1% e 14,9% nos indicadores Receita Bruta por unidade e Receita Bruta por m2, respectivamente. 

Também contribuiu para essa boa performance, a capacidade da Companhia em exercer um rígido controle e ganhos de eficiência em processos de custos e despesas, proporcionando melhoras significativas na relação dessas linhas com a Receita Líquida. Vale destacar a redução de custos, que foi de 71,2% no segundo trimestre contra 73,3% no 2T15. 

Essa evolução global dos resultados da Companhia tem sido contínua e consistente, tendo como pilares a combinação de crescimento nos indicadores financeiros e de satisfação dos clientes, que seguem expandindo. O Net Promoter Score (NPS) do Grupo Fleury atingiu 74,9%, comparado com 71,5% no 2T15. Esse dado mede o nível de recomendação dos usuários para a sua rede de relacionamento, sendo um indicador que representa o poder de fidelização e atração das marcas para potenciais novos clientes. 

“A obtenção de recordes históricos combinada com a satisfação dos nossos clientes e a confiança da comunidade médica em cada uma das nossas marcas estão ancoradas na excelência em gestão que temos aplicado de forma consistente ao nosso negócio”, enfatiza o presidente do Grupo Fleury, Carlos Marinelli.

(Redação – Agência IN)