Grupo BASF registra aumento nos lucros no primeiro trimestre

  •  
Grupo BASF registra aumento nos lucros no primeiro trimestre (Foto: Divulgação) Grupo BASF registra aumento nos lucros no primeiro trimestre

“Estamos satisfeitos com o desempenho no primeiro trimestre de 2018, tivemos um bom início de ano”, disse Dr. Kurt Bock, Presidente da Junta Diretiva da BASF SE, comentando o aumento ano a ano nos lucros, durante a Reunião Anual de Acionistas da BASF, no Centro de Congressos Rosengarten, em Mannheim, Alemanha. 

O lucro operacional antes dos itens extraordinários (EBIT) no primeiro trimestre de 2018 foi de € 2,5 bilhões, representando um aumento de € 55 milhões em comparação ao mesmo período do ano anterior. Este aumento ocorreu principalmente à significativa melhora dos lucros nos segmentos de Químicos e Óleo e Gás. 

As vendas apresentaram um discreto declínio de € 211 milhões em comparação ao primeiro trimestre de 2017, caindo para € 16,6 bilhões. Grande parte deste declínio é atribuível aos efeitos cambiais negativos (-8%) em todos os segmentos. Os preços de venda mais altos (+5%), principalmente nos segmentos de Materiais e Soluções Funcionais e Químicos, além dos maiores volumes (+2%) tiveram um impacto positivo sobre as vendas. Todos os segmentos, exceto Produtos de Performance, registraram aumento de volume.

O EBIT subiu em € 70 milhões em comparação ao primeiro trimestre de 2017, passando a € 2,5 bilhões. O lucro antes dos juros e tributos aumentou em € 36 milhões, alcançando € 2,3 bilhões. A alíquota tributária aumentou de 22,9% para 24,7%, principalmente devido às maiores contribuições sobre lucros das empresas em países com uma alta alíquota tributária, como a Noruega. 

O lucro líquido teve uma redução de € 30 milhões, passando a € 1,7 bilhão. Já o lucro por ação foi de € 1,83 no primeiro trimestre de 2018, em comparação a € 1,86 no mesmo período no ano anterior. O lucro por ação ajustado para itens especiais e amortização de ativos intangíveis totalizou € 1,93 (para referência o primeiro trimestre de 2017 foi de € 1,97).

Os ganhos em espécie advindos de atividades operacionais no primeiro trimestre de 2018 somaram € 1,2 bilhão, € 398 milhões acima dos números para o primeiro trimestre do ano anterior. Esse acréscimo se deve principalmente ao menor nível de dinheiro empatado no capital de giro líquido, majoritariamente de recebíveis. 

Os principais fatores de compensação foram a menor amortização e depreciação dos ativos intangíveis e propriedade, fábrica e equipamentos. O fluxo de caixa livre aumentou de € 66 milhões no mesmo trimestre do ano anterior para € 604 milhões. Tanto os maiores fluxos de caixa de atividades operacionais quanto os menores pagamentos feitos para propriedade, fábrica e equipamento e ativos intangíveis contribuíram com o aumento.

Kurt Bock confirmou o panorama para todo o ano de 2018, ao falar aos acionistas na Reunião Anual de Acionistas da BASF. Bock vai se aposentar da Junta Diretiva da BASF SE ao final da Reunião Anual de Acionistas. Na presidência ficará o Dr. Martin Brudermüller, membro da Junta Diretiva da BASF SE desde 2006, Vice-Presidente desde 2011 e Diretor Chefe de Tecnologia desde 2015. Também foi anunciado ao final da Reunião Anual de Acionistas, que o Diretor Chefe Financeiro Dr. Hans-Ulrich Engel assumirá o cargo de Vice-Presidente.