Grandes empresas devem investir mais em 2019, indica Boa Vista

  •  
Grandes empresas devem investir mais em 2019, indica Boa Vista Foto: Divulgação Grandes empresas devem investir mais em 2019, indica Boa Vista

São as grandes empresas (51%) as que devem investir mais em seus próprios negócios em 2019, na comparação com 2018. A constatação é da Pesquisa Perspectiva Empresarial realizada pela Boa Vista, ao longo do 4º trimestre do ano passado, com mais de mil empresários, de todo o país. Porém é entre os microempresários que se observa um crescimento mais significativo na proporção dos entrevistados que pretendem investir mais agora, na comparação com 2018.

De acordo com o levantamento, 37% dos microempresários acreditam que os investimentos irão crescer em 2019, contra 31% dos respondentes que tinham essa percepção em relação a 2018, o que representa um aumento de 6p.p. (pontos percentuais). O gráfico abaixo contém os detalhes.

investimentosempresas

Quando observados por Setor, foram os empresários de Serviços (40%) os que disseram que irão investir mais em 2019, como é possível observar no gráfico abaixo:

investimentosempresas1

Cresceu de 34% para 54%, ou seja, em 20p.p., o número de médias empresas que esperam faturar mais em 2019. Com a mesma expectativa estão 45% das microempresas, (ante 34% em 2017); entre as grandes empresas, foi registrado um salto de 49% para 63%. Já 43% das pequenas empresas preveem faturar mais, mas o percentual caiu em relação a 2017.

investimentosempresas2


Por setor, são os empresários de Serviços os que disseram estar mais otimistas em ter um faturamento maior em 2019. No entanto, se observou no Comércio um crescimento maior da proporção entre os entrevistados que apostam faturar mais este ano, do que no ano passado.

investimentosempresas3

Somente as grandes empresas preveem uma inadimplência maior no próprio negócio em 2019. Em 2018, eram 16% as que tinham essa percepção. Em 2019, esse percentual saltou para 43%, um crescimento de 27p.p. Já a maioria das médias e pequenas empresas acredita que a inadimplência do negócio ficará igual, enquanto que para 29% dos microempresários deverá diminuir. Por setor, tanto no Comércio, quanto no Serviço e na Indústria, é maior a parcela dos entrevistados que acredita na estabilidade da inadimplência.

investimentosempresas4

(Redação - Investimentos e Notícias)