Gafisa anuncia lucro bruto de R$117,7 milhões em 2019

  •  
Gafisa anuncia lucro bruto de R$117,7 milhões em 2019 (Foto: Pexels) Gafisa anuncia lucro bruto de R$117,7 milhões em 2019

As vendas brutas da Gafisa totalizaram R$72,9 milhões no quarto trimestre de 2019, um aumento de 82,6% na comparação com o 3T19. No acumulado do ano, as vendas brutas somaram R$ 292 milhões em 2019 contra R$ 1,04 bilhão no mesmo período do ano anterior. A Companhia reforça que a ausência de lançamentos de novos projetos ao longo do ano afetou diretamente o desempenho das vendas. 

Os distratos reportados no 4T19 foram de R$ 13,2 milhões, uma queda de 77,5% em relação ao 4T18. Houve uma tendência de queda nos distrados em 2019, resultado dos esforços de renegociação junto aos clientes da Gafisa,maior acurácia na análise de crédito dos potenciais clientes, bem como a retomada da confiança dos clientes na Companhia. No acumulado do ano, os distratos foram de R$ 96,4 milhões, uma queda de 57,7% na comparação anual.

As vendas líquidas atingiram R$ 59,8 milhões no 4T19, um aumento de 101,1% em relação ao 3T19. No acumulado do ano, as vendas líquidas totalizaram R$ 195,7 milhões.

O valor de mercado do estoque da Companhia ao final do quarto trimestre de 2019 totalizou R$ 881,7 milhões.

A receita líquida totalizou R$116,1 milhões no quarto trimestre de 2019, um aumento de 30% em relação ao valor reportado no 3T19. Essa melhora se deve principalmente a um aumento no volume de vendas líquidas no período, resultado de esforços de reestruturação do time de vendas da Companhia. Em comparação com 2018 representou uma queda de 58,3%, impactado novamente pela ausência de lançamentos.

O lucro bruto foi de R$117,7 milhões em 2019, superior ao de 2018 (R$ 114,7 milhões), não obstante a receita ter sido menor. Como reflexo a margem bruta de 2019 foi de 29,4% ante 11,90% em 2018, refletindo a gestão mais eficaz da nova Administração da Companhia. A margem bruta ajustada em 2019 atingiu aproximadamente 37%, uma melhora frente aos 30,3% reportados em 2018.
As despesas gerais e administrativas recorrentes caíram de R$74,4 milhões em 2018 para R$ 50,8 milhões em 2019, com uma economia de R$ 23,6 milhões que representa 31,7%.

O EBITDA ajustado atingiu R$154 milhões no 4T19, um aumento de 396% comparado ao valor reportado no trimestre anterior, em razão da baixa de ágio que estava contabilizado como resultado perda na realização de investimento de AUSA. No acumulado do ano esse valor atingiu R$213,9 milhões, um aumento de 68,5% comparado ao ano anterior.

As despesas financeiras alcançaram R$22,6 milhões no 4T19, uma queda de 7% em relação ao 3T19. Dessa forma, o resultado financeiro líquido no 4T19 foi negativo em aproximadamente R$17,6 milhões, comparado ao prejuízo financeiro líquido de R$21,5 milhões no 3T19 e de R$22,3 milhões no 4T18.

A Companhia obteve uma reversão de prejuízo da ordem de R$ 406 milhões. O resultado líquido de 2019 foi negativo em R$13,7 milhões, comparado ao prejuízo líquido de R$419,5 milhões reportado no ano anterior. Se excluirmos o efeito do desinvestimento do Alphaville Urbanismo S.A. a companhia teria obtido um Lucro Líquido de R$ 15,1 milhões. O resultado líquido ajustado no quarto trimestre de 2019 foi positivo em R$ 38,5 milhões comparado ao já baixo prejuízo líquido de R$1,6 milhões reportado no 3T19.

(Redação – Investimentos e Notícias)