Fitch aumenta em um grau a nota da dívida da Grécia

  •  
"Entretanto, a situação política na Grécia continua sendo imprevisível", disse a Fitch Foto: Divulgação "Entretanto, a situação política na Grécia continua sendo imprevisível", disse a Fitch

A agência de classificação de risco Fitch aumentou nesta terça-feira em um grau a nota da dívida da Grécia, depois que Atenas obteve um novo plano de ajuda para sair da crise.

 

A Fitch elevou de "CC" para "CCC" a nota da dívida de longo prazo ao avaliar que o acordo entre Atenas e Europa reduz "o risco de um default das obrigações da Grécia com o setor privado".

Mesmo com esse grau CCC, a dívida grega continua em uma zona considerada de risco, refletindo as dúvidas sobre a ajuda financeira de 96 bilhões de dólares concedida à Grécia e a necessidade de que esse país obtenha um alívio de sua pesada dívida.

"Os riscos para o êxito do programa (de ajuda) continuam sendo altos", disse a Fitch em nota.

A agência supõe que o acordo será finalizado a tempo de a Grécia pagar, na quinta-feira, a dívida de 3,2 bilhões de euros com o Banco Central Europeu.

A Fitch alerta que "passará algum tempo até que se restabeleça a confiança entre a Grécia e seus credores, o que aumenta o risco de demora nas revisões do programa".

"Entretanto, a situação política na Grécia continua sendo imprevisível", disse a Fitch.

A agência indicou também que a participação do Fundo Monetário Internacional no novo programa, considerada essencial pelos credores europeus, é "incerta" e depende de um "significativo" alívio de sua dívida de 320 bilhões de euros.

(Redação com AFP - Agência IN)