Faturamento da indústria cai 5,9% no semestre, mostra CNI

Destaque Faturamento da indústria cai 5,9% no semestre, mostra CNI (Foto: Divulgação) Faturamento da indústria cai 5,9% no semestre, mostra CNI

O faturamento da indústria brasileira caiu 2,4%, as horas trabalhadas na produção tiveram uma queda de 1,3% e a utilização da capacidade instalada recuou 0,4 ponto percentual em junho na comparação com maio, nas séries livres de influências sazonais. As informações são da pesquisa Indicadores Industriais de junho, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta terça-feira (1º).

De acordo com a pesquisa, o emprego na indústria diminuiu 0,2%, a massa real de salários subiu 0,7% e o rendimento médio real do trabalhador aumentou 1,6% em junho frente a maio, na série de dados dessazonalizados. "Embora o prolongado período de queda da atividade e da piora do mercado de trabalho tenha ficado para trás, os Indicadores Industriais ainda não mostram recuperação", observa a CNI.

Os dados mostram que, mesmo com as oscilações registradas nos últimos meses, os indicadores de atividade e de mercado de trabalho do primeiro semestre continuam abaixo dos verificados em 2016. De janeiro a junho, o faturamento da indústria caiu 5,9%, as horas trabalhadas na produção recuaram 3,3%, o emprego teve queda de 3,9%, e a massa real de salários encolheu 3,5% em relação a igual período do ano passado. Na mesma base de comparação, o rendimento médio real do trabalhador subiu 0,5%, especialmente por causa da queda da inflação.

A utilização da capacidade instalada em junho deste ano ficou em 77%, abaixo dos 77,3% registrados no mesmo mês de 2016, considerando os dados dessazonalizados. Com isso, a ociosidade da indústria subiu para 23%.

(Redação – Agência IN)