Farmarcas registra taxa de crescimento anual de 25%

  •  
Farmarcas registra taxa de crescimento anual de 25% Foto: Divulgação

Fundada em 2012, a Farmarcas iniciou suas atividades com o objetivo de tornar as farmácias brasileiras mais competitivas e prósperas. Hoje, a empresa administra oito redes (Ultra Popular, Super Popular, Maxi Popular, Entrefarma, Farma100, Acfarma, Megapharma e BigFort) num total de 480 associados em 18 Estados. A empresa oferece orientação, apoio e prestação de serviços aos associados, para que eles atuem com alta eficiência operacional e lucratividade em seu negócio de varejo farmacêutico.

Em apenas quatro anos de fundação, a empresa teve um aumento médio anual de 25% no número de associados e já estuda propostas de mais redes interessadas em fazer parte do Grupo Farmarcas. 'Com o intuito de gerir diversas bandeiras com foco em resultados, lucratividade e desempenho, a Farmarcas já nasceu preparada para enfrentar os desafios atuais do mercado brasileiro', afirma o diretor geral da Farmarcas, Paulo Roberto O. da Costa.

A estrutura física e de pessoal na sede administrativa, localizada na Al. Santos, próximo ao coração financeiro da capital paulista, acompanhou a rápida evolução do grupo, e passou de 10 para 39 colaboradores, entre gestores, operadores e técnicos de acompanhamento do lojista (Anjos), que atuam em diversas atividades para atender o associado.

'Nossa equipe faz o acompanhamento permanente de todos os indicadores, tanto das lojas, como da rede em geral. Com o cruzamento de dados e comparativos, além dos estudos de mercado, elaboramos estratégias competitivas globais, sem deixar de analisar as lojas individualmente, auxiliando o empresário do varejo farmacêutico na sua tomada de decisão', completa Paulo.

A Farmarcas capacita o empresário a buscar o equilíbrio entre despesas e receitas do negócio, para evitar perdas e otimizar processos. Além de todo o acompanhamento necessário para isso, a empresa oferece aos associados serviços como o cadastro centralizado de produtos, cuja atualização é constante. As parcerias e estratégias de negociação com a indústria farmacêutica e distribuidores nacionais e regionais visam à obtenção de medicamentos e produtos de HPC em condições diferenciadas, além de um sistema de compras centralizadas que permite rigoroso controle de desempenho e do estoque das lojas.

(Redação - Agência IN)