Expectativa de inflação dos consumidores sobe em janeiro

  •  
Expectativa de inflação dos consumidores sobe em janeiro Foto: Divulgação Expectativa de inflação dos consumidores sobe em janeiro

A inflação mediana prevista pelos consumidores brasileiros para os 12 meses seguintes subiu para 11,3% em janeiro de 2016, apontou hoje (26) a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com a alta de 0,3 p.p. em relação ao mês anterior, as expectativas de inflação atingem um novo recorde da série iniciada em setembro de 2005.

“A expectativa de inflação dos consumidores continua a subir em janeiro. Tal resultado reflete o IPCA de 2015, que ficou em 10,67%, o aumento dos preços administrados do início do ano, como tarifas públicas, e a contínua perda de poder de compra do trabalhador.

expectativadeinflacaodosconsumidores grafico

Espera-se uma reversão das expectativas apenas no segundo semestre deste ano, quando os efeitos da crise sobre os preços se intensificarão. O resultado deste indicador em janeiro deve ser mais uma preocupação para o Banco Central pois, mesmo que as pessoas aceitem negociar seus salários pela expectativa de inflação futura, esta se dará em um patamar elevado, e se refletirá no índice real”, afirma o economista Pedro Costa Ferreira, da FGV/IBRE.

Em janeiro, houve aumento das expectativas em todos os níveis de renda. A faixa de renda mais baixa continua prevendo inflação mais elevada. Neste mês, a mediana das previsões nesta faixa subiu 0,6 p.p., alcançando 12,2%.

A tabela abaixo mostra a frequência dos valores mais citados pelos consumidores ao prever a inflação futura. O intervalo entre 10,0% e 12,0% aparece pelo segunda mês como o mais citado, por 38,0% dos consumidores, contra 35,5% em dezembro. A frequência relativa de respostas acima de 12,0% também aumentou, ao passar de 21,3% do total em novembro para 23,2% em janeiro.

distribuicaodeinflacao grafico consumidor

(Redação - Agência IN)