DocuSign registra aumento de 34% em sua receita

  •  
DocuSign registra aumento de 34% em sua receita Foto: Divulgação

A DocuSign (NASDAQ: DOCU), empresa líder global em Assinatura Eletrônica como parte de sua solução de automatização de processos, anuncia os resultados referentes ao Quarto Trimestre e do Ano Fiscal encerrado em 31 de janeiro de 2019.

'O ano fiscal de 2019 foi um primeiro ano de capital aberto animador para a DocuSign. Com um crescimento de 35%, registramos mais de US$ 700 milhões em receita para o período e alcançamos uma lucratividade não-GAAP neste primeiro ano. Nós adicionamos à nossa carteira mais 23.000 novos clientes, aumentando nossa base global para 477.000 clientes pagantes. Visualizando o Ano Fiscal de 2020, nossos esforços estão concentrados em oferecer ao mercado novas soluções inovadoras em torno dos modelos de System of Agreement, aumentando o nosso sólido ecossistema de parcerias e continuando com o nosso compromisso com o sucesso de nossos clientes', comenta Dan Springer, CEO da DocuSign.

A Receita Total da companhia foi de US$ 199,7 milhões, um aumento de 34% ano após ano. A receita proveniente de assinaturas foi de US$ 187,6 milhões, um crescimento de 37% comparado com o ano anterior. Serviços profissionais e demais fontes de receitas atingiram um montante de US$ 12.2 milhões, 5% de crescimento comparado ao ano fiscal 2018.

Os Faturamentos foram de US$ 262,4 milhões, um aumento de 31% em comparação com o mesmo período do ano fiscal anterior.

A Margem Bruta GAAP totalizou em 74%, comparando aos 79% no mesmo período do ano anterior. Já aMargem Bruta não-GAAP foi de 78%, em comparação com os 80% do 4T18.

O Prejuízo Líquido Básico e Diluído por Ações GAAP foi de US$ 0,40 sobre 167 milhões de ações em circulação no mercado, comparando ao prejuízo líquido por ação GAAP de US$ 0,20 no quarto trimestre do ano fiscal de 2018, sobre 34 milhões de ações em circulação.

O Lucro Líquido Diluído por Ações não-GAAP foi de US$ 0,06, com base em 188 milhões de ações em circulação, comparado ao Lucro Líquido por Ação não-GAAP de US$ 0,01 no mesmo período do ano fiscal anterior, com base em 42 milhões de ações em circulação.

O Caixa Líquido gerado pelas Atividades Operacionais da companhia foi de US$ 34,1 milhões, comparado a US$ 32 milhões no mesmo período do ano anterior.

O Fluxo de Caixa Livre foi de US$ 22,8 milhões, comparado aos US$ 28,7 milhões no mesmo período do ano passado.

O valor de Caixa, Equivalentes de Caixa, Caixa Restrito e Investimentos foi de US$ 933,6 milhões no final do trimestre.

Destaques financeiros do Ano Fiscal 2019

A Receita Total da companhia no ano fiscal 2019 atingiu US$ 701 milhões, um crescimento de 35% ano a ano. A receita proveniente de assinaturas alcançou US$ 663,7 milhões, aumento de 37% em comparação ao ano fiscal anterior. Serviços profissionais e demais fontes de receitas foi US$ 37,3 milhões, um progresso de 10%.

Os Faturamentos alcançaram US$ 801,4 milhões, atingindo um crescimento anual de 34%.

A Margem Bruta GAAP foi de 73%, comparado a 77% no ano fiscal 2018. A Margem Bruta não-GAAP atingiu 80%, comparado aos 79% do ano fiscal anterior.

O Prejuízo Líquido Básico e Diluído por Ações GAAP foi de US$ 3,16 sobre 135 milhões de ações em circulação, em comparação com o Prejuízo Líquido por Ação GAAP de US$ 1,66 no ano fiscal de 2018, com 32 milhões de ações em circulação.

O Lucro Líquido Diluído por Ações não-GAAP foi de US$ 0,09 com base em 159 milhões de ações em circulação, comparado a US$ 0,43 no ano fiscal de 2018, baseado em 32 milhões de ações emitidas.

DocuSign for Salesforce Essentials: a companhia anunciou a divulgação do DocuSign for Salesforce Essentials no Salesforce AppExchange. Pareado com a solução Salesforce Essentials, o produto ajuda pequenas empresas a acelerarem suas conclusões de acordos, abrangendo desde cotações de contratos até pedidos de vendas e muito mais.

DocuSign for Forests: a DocuSign comprometeu US$ 1,5 milhão em 2019 para apoiar organizações que trabalham para preservação de florestas ao redor do mundo e planeja aumentar esse valor com o tempo. A DocuSign também convidará novos e atuais clientes a aperfeiçoarem suas práticas ambientais por meio da transferência de processos em papel para a DocuSign. Em troca dessa ação, a empresa doará 1% da receita proveniente desses clientes para causas de proteção florestal.

DocuSign Winter 2019 Product Release: a empresa divulgou diversas atualizações de produtos, incluindo uma nova interface para os usuários do aplicativo DocuSign para aparelhos iOS da Apple, melhorias no módulo 21 CFR Part 11 para indústrias de ciências da vida reguladas pelo U.S. Food and Drug Administration, além de constantes progressos na funcionalidade de envio e assinaturas de documentos por meio da plataforma DocuSign.

(Redação - Investimentos e Notícias)