Confiança do empresário recua pelo segundo mês seguido

  •  
Confiança do empresário recua pelo segundo mês seguido (Foto: Pexels) Confiança do empresário recua pelo segundo mês seguido

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de maio ficou em 55,5 pontos, um recuo de 1,2 ponto em relação ao mês anterior – quando o índice já havia caído 2,3 pontos, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). As duas quedas consecutivas, de abril e maio, interrompem uma sequência de oito meses de crescimento, ou pelo menos estabilidade, do ICEI. Nesse período, entre agosto de 2017 e março de 2018, o índice acumulou 8,4 pontos de aumento.

Apesar das quedas recentes, o indicador segue acima da linha divisória de 50 pontos, apontando confiança do empresário. Além disso, o ICEI situa-se 1,3 ponto acima de sua média histórica (54,2 pontos) e mostra crescimento de 1,8 ponto na comparação com maio de 2017.

A queda do ICEI em maio é explicada pelos seus dois componentes. O índice de Condições atuais, que avalia as condições correntes dos negócios, recuou 1,4 ponto, alcançando 50,1 pontos – menor nível desde agosto de 2017. Como o índice está praticamente sobre a linha divisória dos 50 pontos, não é mais possível afirmar que a avaliação dos empresários da indústria é favorável com relação às condições atuais.

O índice de Expectativas, por sua vez, caiu 1,2 ponto, atingindo 58,2 pontos. Como permanece acima da linha divisória dos 50 pontos, indica perspectivas positivas para os próximos seis meses.
Esses resultados podem derivar de certa frustração dos empresários quanto à intensidade da recuperação econômica observada nos primeiros meses deste ano, que está aquém do esperado.