Confiança do Comércio recua em novembro, mostra FGV

Destaque Confiança do Comércio recua em novembro, mostra FGV (Foto: Divulgação) Confiança do Comércio recua em novembro, mostra FGV

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) da Fundação Getulio Vargas recuou 0,1 ponto em novembro, para 92,4 pontos. Nos dois meses anteriores o índice havia acumulado uma alta de 10,1 pontos. 

“O resultado de novembro pode ser interpretado como uma relativa acomodação da confiança do comércio após dois meses em forte elevação. A queda do Índice da Situação Atual mostra que a recuperação da economia continua ocorrendo de forma gradual. Já a sustentação da alta do Índice de Expectativas reforça o diagnóstico de manutenção da tendência de retomada do setor no ano, sob influência da inflação baixa, do ciclo de redução das taxas de juros e da melhora recente da confiança dos consumidores.”, avalia Rodolpho Tobler, Coordenador da Sondagem do Comércio da FGV IBRE.

A queda do ICOM em maio ocorreu em 8 dos 13 segmentos pesquisados e foi determinada pela piora no Índice de Situação Atual (ISA-COM), que caiu 0,8 ponto no mês, para 85,4 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) avançou 0,7 ponto, atingindo 99,9 pontos. 

Apesar da relativa estabilidade no mês, o ICOM sustenta crescimento no ano. Entre janeiro e novembro de 2017, o índice subiu 13,5 pontos, enquanto no ano passado a alta havia sido de 9,7 pontos no mesmo período. Há ainda uma diferença qualitativa entre o desempenho de 2016 e de 2017: no ano passado mais de 91% da alta havia sido motivada pela melhora das expectativas; já em 2017, houve um avanço mais expressivo do ISA-COM, que foi responsável por 62,4% da alta do ICOM.

(Redação – Investimentos e Notícias)