Cia. Hering anuncia lucro líquido de R$ 155,5 milhões

  •  
Cia. Hering anuncia lucro líquido de R$ 155,5 milhões (Foto: Pexels) Cia. Hering anuncia lucro líquido de R$ 155,5 milhões

A Cia. Hering divulga os resultados do 3º trimestre de 2020 (3T20). A receita bruta da Companhia atingiu R$ 303,1 milhões no terceiro trimestre, com queda de 33,0% em relação ao mesmo período do ano anterior (3T19). E no acumulado do ano, a receita bruta atingiu R$ 769,1 milhões, queda de 41,4% em relação a 9M19. Esse resultado foi influenciado pelo destaque positivo de 161,2% do Canal Omni commerce e retração dos canais físicos, impactados principalmente pelo fechamento e horários de operações reduzidos das lojas de rua e shopping em razão da pandemia.

O Lucro Bruto da Companhia atingiu R$ 100,0 milhões no 3T20, uma diminuição de 42,8% em relação ao 3T19, decorrente do menor faturamento no período.

No 3T20, as despesas operacionais atingiram um montante de R$ 105,5 milhões, queda de 10,9% em relação ao 3T19. As despesas foram negativamente impactadas por itens não-recorrentes no montante de R$ 14,7 milhões no 3T20 e positivamente em R$8,5 milhões no 3T19.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (“EBITDA”) atingiu R$ 16,7milhões, 78,8% menor em relação ao 3T19, essencialmente em razão do menor volume de vendas, além dos itens não-recorrentes já mencionados anteriormente.

O lucro líquido no trimestre totalizou R$ 155,5 milhões, aumento de 142,5% quando comparado ao 3T19, em razão da ação dos créditos presumidos de ICMS no valor de R$ 178,3 milhões, gerando receita financeira de R$ 72,2 milhões pela atualização monetária e crédito do imposto de renda de R$ 106,1 milhões.

O canal e-commerce segue expandindo exponencialmente e atingiu receita de R$ 49,7 milhões, com crescimento de 161,2% vs 3T19 e 24,4% vs 2T20, em razão das evoluções em usabilidade para promover uma jornada única, sem fricção e intuitiva para os clientes.

As vendas de lojas físicas operadas pela Companhia totalizaram R$ 48,8 milhões, 40% inferior ao 3T19. Apesar da queda de fluxo em 56% impactada pela pandemia, principalmente nos shoppings centers, onde primordialmente as lojas próprias estão localizadas –os indicadores de eficiência de operação como conversão, peças por atendimento e ticket médio apresentaram crescimento relevante.

Nas vendas sell-in, a rede de Franquias totalizou R$ 79,5 milhões, 50,4% inferior ao 3T19. O cenário instável promovido pelo fechamento parcial de lojas e horários de funcionamento reduzidos, foram de tratores para o desempenho do canal.

Os investimentos do terceiro trimestre totalizaram R$ 7,7 milhões, 36,2% abaixo do 3T19 e no acumulado do ano, totalizaram R$ 17,5 milhões, queda de 42,8% vs 9M19, resultado da priorização dos investimentos e medidas adotadas para evitar a deterioração do caixa durante o período da pandemia.

(Redação - Investimentos e Notícias)