Cesta básica do paulistano fica mais cara em julho, revela Procon – SP

  •  
Cesta básica do paulistano fica mais cara em julho (Foto: Divulgação) Cesta básica do paulistano fica mais cara em julho

A alta da cesta básica do paulistano no período de 30 de junho a 31 de julho de 2014 foi de 0,57%, de acordo com pesquisa diária da Fundação Procon – SP, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no último dia de junho foi de R$ 405,56, passou para R$ 407,86 no fim de julho.

Dos 31 produtos pesquisados na variação mensal, 19 apresentaram alta e 12 diminuíram de preço. Os maiores aumentos foram verificados nos grupos de produtos de limpeza e higiene pessoal. O sabão em pó teve uma alta de 12,47%, seguido pelo papel higiênico (7,56%), absorvente aderente (5,88%) e água sanitária (5,63).

No setor de alimentação, o café em pó foi o produto que apresentou maior taxa (4,79%), subindo de R$ 5,64 para R$ 5,91. Apesar da elevação, no geral, os produtos registraram baixa de -0,68%.

As maiores quedas foram no preço da batata (-33,57%). Os preços da salsicha avulsa, da cebola, do óleo de soja e da farinha de mandioca torrada também baixaram, com variação média de -6%.

(Redação – Agência IN)