Ceará disponibiliza 1º anuário brasileiro do setor de reciclagem

  •  
Ceará disponibiliza 1º anuário brasileiro do setor de reciclagem Foto: Divulgação Ceará disponibiliza 1º anuário brasileiro do setor de reciclagem

O Ceará já dispõe do primeiro anuário brasileiro do setor de reciclagem. A publicação surgiu depois que empresários associados ao Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos Domésticos e Industriais do Ceará (Sindiverde) conheceram produtos semelhantes e trouxeram a ideia das missões empresariais que participaram na Itália e França, com o apoio do Centro Internacional de Negócios da FIEC.

Um dos destaques do Anuário, lançado no último mês de junho durante a Feira Recicla Nordeste, é o Guia com as principais informações das empresas registradas e associadas ao Sindverde.

A publicação é resultado de parceria entre a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Reciclagem de Resíduos Sólidos (CS Reciclagem) e o Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos Domésticos e Industriais do Ceará (Sindiverde), com o apoio do Sistema FIEC, SEBRAE/CE e Governo do Estado. Os empresários e interessados do ramo de reciclagem já podem adquirir o Anuário em versões física e em breve digital.

Ao folhear o anuário, o leitor encontrará dados atualizados do Censo da Indústria da Reciclagem do Ceará, feito em parceria com o IEL/CE; a Agenda Estratégia Setorial com o planejamento feito pela Câmara para que o setor torne-se referência até 2018; além de como é feita a sindicalização de empresas pelo Sindverde e informações sobre a Câmara Setorial. As ações da FIEC visando a convivência sustentável do empresário com o meio ambiente aparecem em sete páginas, ressaltando o trabalho no Núcleo de Meio Ambiente(NUMA), parcerias com a Associação Caatinga como o cultivo de mudas de espécies nativas no SESI da Barra e os cursos do SENAI oferecidos na área do Meio Ambiente. A Adece está presente no anuário orientando aos investidores como se instalar em território cearense.

De acordo com a presidente da CS Recicláveis e também diretora administrativa do Sindverde, Lyvia Kirov, a publicação também é um ótimo instrumento de novos negócios e captação de novas empresas ao disponibilizar uma listas das empresas sindicalizadas. “É um espaço editorial importante para que empresas entrem em contato com outras do ramo de reciclagem para saber como destinar de forma correta os resíduos sólidos. A ampla divulgação garantirá futuros negócios”, acredita. Lyvia enfatiza que a publicação é o resultado de quase 20 anos de atuação do Sindicato demonstrados na organização de dados e informações do setor com fácil acesso a todos.

Atualmente, 64 empresas estão registradas e sindicalizadas ao Sindiverde, sendo a grande maioria pequenas empresas. O setor tem muito a crescer. Em torno de 64,5% das empresas ainda são informais. Deixa de injetar R$ 200 milhões na economia do Estado em virtude de não desenvolver completamente a coleta seletiva. Atualmente, gera em torno de 14 mil empregos diretos e indiretos. As informações são da Tribuna do Ceará.

Serviço:

Para adquirir o Anuário do Setor de Reciclagem do Ceará na versão física, os interessados podem entrar em contato com o Sindverde pelo número do telefone (85) 3224-9400 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.." target="_blank">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

(Redação - Agência IN)