Cade conclui parecer sobre a fusão entre Praxair e Linde

  •  
Cade conclui parecer sobre a fusão entre Praxair e Linde (Foto: Pexels) Cade conclui parecer sobre a fusão entre Praxair e Linde

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (SG/Cade), em despacho assinado na quinta-feira (03/05), recomendou a aprovação da fusão entre as multinacionais do mercado de gases industriais e especiais Praxair (mais conhecida como White Martins) e Linde, mediante celebração de Acordo em Controle de Concentrações (ACC).

A instrução realizada pela SG/Cade confirmou uma percepção geral de que o mercado brasileiro de gases industriais e especiais como um todo é altamente concentrado, sendo que as requerentes (especialmente, a Praxair) figuram como principais players.

Contudo, Praxair e Linde propuseram um ACC que engloba o desinvestimento de diversos negócios e é capaz de afastar potenciais preocupações concorrenciais provocadas pela operação. 

A SG/Cade concluiu que o acordo elimina as concentrações nos mercados regionais de gases industriais e especiais a granel e por cilindros. Além disso, inclui todos os ativos necessários para que o comprador dos negócios desinvestidos se mantenha como uma força competitiva relevante no médio e longo prazos.

As conclusões da Superintendência-Geral acerca da operação não são vinculativas. Cabe ao Tribunal do Cade decidir pela aprovação ou reprovação da operação.

O ato de concentração foi notificado em 08 de dezembro de 2017 e o prazo legal para a decisão final do Cade é de 240 dias, prorrogáveis por mais 90.