Brasil será o maior mercado de beleza masculina

  •  
Os Estados Unidos devem movimentar US$ 6,4 bilhões em vendas em 2019 Foto: Divulgação Os Estados Unidos devem movimentar US$ 6,4 bilhões em vendas em 2019

O mercado brasileiro de cuidados pessoais para os homens dobrou nos últimos cinco anos e deve continuar crescendo 7,1% ao ano até 2019, quando deve se tornar o maior mercado do mundo na categoria, movimentando US$ 6,7 bilhões em vendas. Atualmente o maior mercado no segmento, os Estados Unidos devem movimentar US$ 6,4 bilhões em vendas em 2019, caindo para a segunda posição. É o que revelam os números da Euromonitor International, empresa de pesquisa que monitora o mercado de beleza em 80 países.

Segundo a Euromonitor, em 2014, a venda de produtos de barbear, sabonetes e shampoos voltados ao público masculino no Brasil movimentou US$ 4,7 bilhões, um aumento de 99,4% em comparação a 2009. Em termos absolutos, este crescimento é equivalente a todo mercado alemão de cuidados pessoais para os homens no ano passado.

De 2009 a 2014, os melhores desempenhos no mercado brasileiro vieram de produtos para o banho, cuidados com o cabelo e produtos para barbear, que cresceram 175%, 137% e 120%, respectivamente. Os desodorantes masculinos tiveram um incremento de 75%.

'Se antes o cuidado pessoal dos homens se resumia aos produtos para barbear, hoje vemos a cesta de compras masculina se tornando mais diversificada. Além disso, a projeção para a categoria nos próximos cinco anos é um indicador claro de que muitos homens estão rompendo com o estereótipo do passado e investindo mais tempo e dinheiro em sua aparência', observa Marcela Viana, analista de pesquisa da Euromonitor International.

Em todo o mundo, o mercado de beleza e cuidados pessoais registrou uma explosão na venda de produtos voltados ao público masculino nos últimos anos. De 2009 a 2014, esta categoria cresceu 25%, alcançando US$ 35,4 bilhões em vendas no ano passado, puxado pelo bom desempenho em mercados emergentes, como Índia, Indonésia, Arábia Saudita, China, Brasil e Turquia. Em 2019, o mercado mundial de cuidados pessoais para homens deve chegar a US$ 40,6 bilhões.

(Redação - Agência IN)